Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 13 de fevereiro de 2021

Ouvidoria de Salvador reforça atendimento no fim de semana


 A Ouvidoria Geral de Salvador vai reforçar o atendimento à população, neste fim de semana, para atender eventuais denúncias de aglomeração e de poluição sonora neste período em que aconteceria o Carnaval na capital baiana, suspenso devido à pandemia de Covid-19. Esta semana, o órgão tomou conhecimento de algumas festas que estavam programadas para ocorrer em alguns bairros da cidade, a exemplo de Cajazeiras e Paripe. As informações foram encaminhadas para a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) para que possa intensificar a fiscalização nesses locais.

 

Os cidadãos possuem três formas de fazer a denúncia. Além dos telefones 160 (Disque Coronavírus) e 156 (Fala Salvador), também pode registrar a informação, pedido ou denúncia no site www. falasalvador.  ba. gov. br , pelo aplicativo Fala Salvador ou pelo e-mail ouvidoria@ salvador. ba. gov. br. O atendimento por telefone funciona durante 24h, todos os dias da semana.  

 

Apenas esse ano, 5.798 casos , ou seja, 36% do total de registros da Ouvidoria, foram referentes à aglomeração e poluição sonora. Os bairros que concentraram o maior número de demandas do tipo nesse período foram Cajazeiras, Itapuã, Pernambués, Paripe, Liberdade, Fazenda Grande do Retiro, São Marcos, Boca do Rio, Uruguai e Plataforma.

 

As denúncias referentes à Covid-19 feitas pelo disque coronavírus 160 e Fala Salvador 156 são registradas imediatamente no sistema da Sedur, que direciona equipes para a fiscalização nos locais informados. No ano passado, a Ouvidoria-geral do Município recebeu uma média de 255 denúncias de aglomeração e de poluição sonora por dia. Este ano, a média está em torno de 150 ligações por dia.

 

Demandas gerais – Em 2020, o Fala Salvador 156 registrou 887.004 informações, pedidos e denúncias diversas relacionadas à marcação de consultas e exames, fiscalização da poluição sonora, atualização do cartão do SUS, iluminação pública, programa Salvador por Todos, dispensação de medicamentos, vistoria da Defesa Civil de Salvador, informações sobre o Cadastro Único, sobre o funcionamento dos órgãos públicos e pesquisa de emprego, entre outros.

 

O ouvidor-geral do Município, Jean Sacramento, destacou que um dos principais papéis do órgão nesse período de pandemia tem sido o da informação.  “Nós não vacinamos as pessoas, mas prestamos informação sobre quem pode se vacinar no momento e os locais onde a vacina está disponível. Não realizamos o teste, mas informamos os locais onde está sendo feito. Então, a Ouvidoria é a ponte entre os cidadãos e os órgãos da Prefeitura, para que as demandas sejam atendidas.”

 


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑