Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 17 de março de 2021

Parceria entre Codesal e voluntários minimizam transtornos da chuva

 


Uma das principais ações entre a Prefeitura e a comunidade no período chuvoso, o Núcleo Comunitário de Proteção e Defesa Civil – Nupdec, tem capacitado voluntários nas comunidades, de forma a auxiliar vizinhos em possíveis casos de risco e evitar ocorrências mais graves no período de chuva. Desde a implantação em 2016, através da Defesa Civil de Salvador (Codesal), mais de 50 Nupdecs foram instalados em Salvador. 


Os grupos são formados por pessoas como Gleides Silva, moradora do Arraial do Retiro. Ao lado do filho Adailson, de 23 anos, ela atua como voluntária do bairro e considera a iniciativa da Codesal importante. Ela contou que o principal motivo de se tornar voluntária do bairro foi ajudar os vizinhos.


“Eles não possuem conhecimentos básicos em primeiros socorros, não entendem os riscos de uma rachadura na estrutura da residência e demais problemas que podem ser agravados com a chuva na cidade. Já tive que acionar eles várias vezes e, se não fosse esse projeto, não sei o que seria. É um bom programa que a Codesal criou”, disse. 


Segundo a subcoordenadora de Ações Comunitárias e Educativas da Codesal, Simone Café, o programa avalia se a comunidade é compatível para participar do programa, avaliando os possíveis riscos, como alagamento ou deslizamento de terra. A partir daí, os moradores passam por uma semana de capacitação, para entender como funciona a Codesal, o que os órgãos parceiros fazem, além de aprender práticas de primeiros socorros e como identificar riscos iminentes com um engenheiro civil. 


Por conta da pandemia, nas poligonais de risco, as equipes vão em todas as casas avisando às pessoas que a área é de risco e sobre este trabalho de prevenção, informando a respeito da formação e se os cidadãos têm interesse em participar. “A gente vai para que eles já saibam, percebam as realidades e identifiquem sua realidade”, disse Simone. 


Crianças — Além dos adultos, crianças das comunidades também estão sendo capacitadas através do Nupdec Mirim. Os pequenos atuam na conscientização dos adultos, lembrando dos riscos e apontando sobre o descarte de lixo em locais adequados, evitando também o acúmulo de resíduos nas ruas. Hoje, são cinco localidades com agentes mirins: Arraial do Retiro; Mamede, no Alto da Terezinha; Bosque Real, em Sete de Abril; Baixa do Cacau, no Lobato; e Nova Direta, na Boa Vista do Lobato. 


O diretor geral da Codesal, Sosthenes Macedo, declarou que a parceria com as comunidades vem dando resultados satisfatórios – nas chuvas de 2020, por exemplo, não foram registradas tragédias em comunidades, ao contrário de anos anteriores. “Somada às ações de prevenção, a formação dos Nupdecs é um ponto positivo para o afastamento do risco. É um trabalho realizado a quatro mãos e esses voluntários têm, sem sombra de dúvidas, participação muito grande no sucesso das ações desenvolvidas pela Prefeitura de Salvador, através da Codesal”, avaliou o gestor. 


A meta para 2021 é promover mais dez Nupdecs Mirins e dez Nupdecs Adultos. Desde 2016, já foram 2.457 adultos e 73 crianças capacitadas. Todas recebem um certificado e passam a ser voluntários oficiais da Codesal.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑