Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 19 de abril de 2021

Ligações clandestinas de esgotos aumentam riscos de alagamentos



A frequência de lançamentos clandestinos de esgotos domésticos nos dispositivos de drenagem pública provoca desgastes precoces e redução da vida útil das manilhas, além de atrair roedores e vetores diversos que são prejudiciais à saúde pública. A Secretaria de Manutenção da Cidade (Seman) alerta sobre os riscos dessas ligações irregulares, sobretudo nos períodos de chuva, quando os sistemas de microdrenagem ficam sobrecarregados. 


Segundo o titular da Seman, Luciano Sandes, mais de 70% da drenagem da cidade recebe algum tipo de contribuição de esgoto doméstico, tanto nas áreas mais nobres de Salvador, quanto nas regiões mais pobres. “É importante que as pessoas se conscientizem que não podem estar fazendo ligação de esgotamento sanitário na rede de drenagem, e sim na rede de esgoto. Para isso, deve-se chamar a Embasa para que o órgão faça as tratativas adequadas. Na rede de águas pluviais deve apenas correr água de chuva, nada mais que isso”, afirmou. 



Sandes explicou que o esgoto doméstico é um agente muito nocivo ao sistema de drenagem, principalmente o mais antigo da cidade, que foi todo executado em manilha de concreto. “Temos sistemas de drenagem em Salvador com mais de 40 anos, que facilmente podem romper, provocando o que chamamos de fuga de material. Essa ruptura vai levar a uma interrupção dos ligamentos das manilhas, fazendo com que haja um vazamento e toda aquela parte do solo que está em cima caia para dentro da galeria, no tubo de drenagem”, disse Sandes. 


O secretário da pasta alertou ainda que, quando o sistema de drenagem tem alguma alteração, aumenta a possibilidade de alagamento. “Quando esse sistema é interrompido, seja por problema de ponto e bolsa, que é a união entre cada tubo, ou por ruptura por questão de esgoto, não temos o escoamento devido das águas. Então, se o caminho entre a boca de lobo, interligada numa caixa, e o tubo de manilha de concreto, que vai até um poço de visita, for rompido, a boca de lobo terá uma poça de água e, a depender do volume de chuva, teremos toda área alagada. Por isso, é importante que o cidadão não faça o sistema clandestino de esgoto e não lance lixo na rua, porque esse lixo vai adentrar a rede e tudo isso gera alagamento,” afirmou Sandes. 


Cartilha – Com o objetivo de esclarecer as atribuições da Seman, a secretaria lançou no ano passado uma cartilha digital para auxiliar para orientar toda a população. O informativo está disponível nas redes sociais do órgão, através da página @seman.ssa no Instagram. 


A atribuição principal do órgão é cuidar da manutenção da infraestrutura de Salvador, especificamente dos dois sistemas de drenagem: a microdrenagem, que são as bocas de lobo, postos de visita e a tubulação em si; e a macrodrenagem, que são os canais da cidade. 


“A secretaria faz a manutenção de águas pluviais, que é o sistema de drenagem. A competência da Embasa é a manutenção da rede de esgotamento sanitário. Então, no saneamento, chamamos de separador absoluto, separa água de chuva da água fervida de esgoto sanitário”, completou o titular da Seman.


 Fotos: Max Haack/Secom


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑