Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 6 de abril de 2021

Medidas contra Covid-19 devem seguir mesmo após a vacina



Esperança e ansiedade são sentimentos comuns entre as pessoas que já tomaram a vacina contra a Covid-19. A grande expectativa para o retorno à normalidade acende o alerta para a necessidade da continuação dos cuidados, a fim de evitar a transmissão do Sars-CoV-2.  Especialistas apontam que a imunização não tem, ainda, evidências de que evite a circulação dos vírus. 


“Os vacinados são imunizados, mas isso não impede que ele contraia o coronavírus. A imunidade lhe oferece a garantia de não fazer quadros graves da doença, mas ainda não há consenso que a pessoa imunizada, quando pega o vírus, transmite ou não”, afirmou a infectologista Adielma Nizarala, que atua pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). 


A imunização acontece após o 14° ou 21° dia após a segunda dose da vacina. Porém, a infectologista afirma que, mesmo depois desse período, é necessário o cumprimento dos protocolos de segurança contra o vírus.


“Temos vacinas diferentes no mercado, por isso, há uma variação do tempo de imunização. Mas, independentemente da vacina aplicada, as medidas de precaução têm que continuar porque enquanto a imunidade de rebanho não existir, o vírus ainda circula. Por isso, é importante que essa pessoa permaneça fazendo o uso da máscara." afirmou Adielma. 


A infectologista explica que a imunidade de rebanho acontece quando o vírus tem cada vez mais dificuldade de ser transmitido. “Provavelmente, quando 75% a 80% da população estiver vacinada, a Sars-CoV-2 não vai achar pessoas suscetíveis à doença. É como se o vírus fosse perdendo a capacidade de infectar. Como não existem novas pessoas para serem contaminadas, ele acaba desaparecendo naturalmente. Enquanto isso não ocorre, devemos seguir com os cuidados”, disse.  


Máscara e higienização - A artesã Stela Tourinho, de 85 anos, tomou a última dose da vacina no dia 7 de março, e mesmo imunizada, persiste nos cuidados contra a Covid-19. “Entendo a gravidade da doença, e sei que pensar na coletividade é de extrema importância para o momento que estamos vivendo. Moro com meu marido, que também está vacinado, e continuamos fazendo o uso da máscara, higienizando tudo e saindo apenas para consultas médicas ou mercado”, declarou.


 Fotos: Bruno Concha/Secom


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑