Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 12 de maio de 2021

Família conta história de superação como agentes de limpeza


Fotos: Jefferson Peixoto/Secom

 

Para valorizar e homenagear o trabalho dos profissionais de limpeza urbana é comemorado, em 16 de maio, o Dia do Gari. É uma das profissões mais importantes e, ao mesmo tempo, uma das mais desvalorizadas pela sociedade. Mas a família Dias enfrenta o preconceito com a cabeça erguida e sorriso no rosto.

 

A história começou pela matriarca, Maria Angélica Dias, de 72 anos. Antes do emprego formal com a função de varredora, ela trabalhou por mais de 15 anos no lixão na região de Canabrava. Aposentada desde 2014, dona Maria, mãe de 11 filhos, perdeu o marido quando tinha 49 anos de idade e teve que batalhar para sustentar a família.

 

Nessa época, além de atuar no lixão, ela teve que virar lavadeira. “Todos os meus filhos eram pequenos. Deixava os menores em casa e os mais velhos iam me ajudar. Chorava demais de noite, pois não tinha o que dar para eles comerem. Depois de um tempo, consegui entrar na empresa e trabalhar nas ruas. Graças a Deus as coisas melhoraram”, contou.

 

A filha de dona Maria, Dejanira Dias, 50 anos, trabalha profissionalmente há mais de duas décadas como agente de limpeza. Também esteve com a mãe no lixão e conseguiu migrar para o trabalho nas ruas. “Na época estava privatizando (o serviço), então todos que trabalhavam no local passaram por um processo de entrevista e conseguiram entrar na empresa, mas a maioria ainda tinha medo do que poderia acontecer. A nossa realidade mudou completamente. Tudo o que temos hoje é graças a esse trabalho”, explicou.

 

Dinailton Dias, 24 anos, trabalha há dois anos na mesma profissão da família e se inspira na história de vida da avó e da mãe. “Não foi fácil entrar na empresa. Assim que saí do ensino médio, tive muita dificuldade de encontrar emprego, sofri muito preconceito por conta do meu cabelo, mas hoje estou aqui, batalhando e fazendo um bom trabalho. É esse exemplo que tenho dentro de casa, de uma família batalhadora”, afirmou.

 

Origem – O termo surgiu em homenagem ao francês Aleixo Gary, que ficou conhecido por ser o fundador da primeira empresa de coleta de lixo nas ruas do Rio de Janeiro, em 1876. No entanto, a categoria só foi instituída em 16 de maio de 1962, data que ficou conhecida como o Dia do Gari.

 

Agentes – A Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) possui mais de 2,6 mil trabalhadores que atuam realizando diversos serviços como coleta, varrição, lavagem e operação de roçadeiras na capital baiana.



0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑