Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 18 de maio de 2021

Trinta animais silvestres são soltos pelo CETAS na RPPN Lontra


Em mais um episódio de soltura de animais silvestres, o Centro Estadual de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) contabiliza trinta animais que, na última sexta-feira (07/05), tiveram a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Lontra como novo habitat.


Dentre os animais que retornaram à natureza, estavam duas Cascavéis, três Jararacas, uma Sucuri, dez Jibóias, uma Boipeva, uma Cobra d’água, três Iguanas-verde, uma Coruja-murucututu, um Sariguê-de-orelha-preta, seis Sariguês-de-orelha-branca e uma Jaguatirica.


Esses animais chegaram ao CETAS debilitados, por meio de entrega voluntária de populares ou via transferência das polícias ambientais. Antes de serem destinados para a soltura, passaram pela triagem clínica e de nutrição, a fim de serem reabilitados.



Segundo o biólogo do CETAS, Haeliton Cerqueira, a Reserva Particular foi o local escolhido para essa soltura devido à sua expansão e biodiversidade. “A RPPN Lontra é uma área devidamente cadastrada como Área de Soltura de Animais Silvestres [ASAS] e é utilizada com frequência nas solturas realizadas pelo CETAS. Além de ter um espaço vasto, possui também bioma predominante da Mata Atlântica, que por si só já é biodiverso, dando assim uma excelente capacidade de suporte ecológico”, ressaltou Haeliton.


O especialista em Meio Ambiente da Bracell, Igor Macedo, explica que a RPPN Lontra tem um potencial muito grande  em conservação de diversos animais de fauna de pequeno, médio e grande porte. “São 1.377 hectares de vegetação nativa e conservação, e junto com a nossa patrimonial a gente vem fazendo um excelente trabalho de proteção na região”, salientou Igor.


RPPN Lontra – Localizada entre os municípios baianos de Entre Rios e Itanagra, é a segunda maior RPPN do Litoral Norte baiano, com 1.377 hectares protegidos e conservados pela Bracell. Classificada como uma floresta ombrófila densa, a RPPN Lontra possui vegetação perene com árvores atingindo até 40 metros de altura. Em 2019, foi titulada como Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA).


 

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑