Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 28 de junho de 2021

Luiz Caldas homenageia o mês do rock com álbum “Águias e Urubus”


 Disco aborda livre arbítrio de cada indivíduo na condução de suas ações e traz Evandro Mesquita na canção "Altos e Baixos”


©Rafael Martins_Luiz Caldas-P.jpgCapa_Águias&Urubus.jpeg



“É como se o disco fosse aquela pergunta. Qual o seu papel? Águia ou urubu?”. Com esse comentário, o artista Luiz Caldas sinaliza uma das motivações para escolher o nome do álbum “Águias e Urubus”, que ele lança no próximo dia 1º de julho (quinta-feira) para homenagear o mês do rock. Com letras contestatórias, como todo bom rock deve ter, Luiz fala da impermanência das coisas, da ganância do homem e da responsabilidade de cada um em escolher o papel que quer exercer no mundo. O disco estará disponível no site do artista www.luizcaldas.com.br e nas plataformas de streaming.


Este é o 113º disco do projeto de lançamentos mensais que o compositor e multi-instrumentista realiza desde 2013, percorrendo inúmeros estilos musicais. A intimidade com o rock, ritmo sempre visitado nos seus shows, é demonstrada no disco novo pela sua assinatura em todos os instrumentos, guitarra, baixo e bateria. Luiz compôs todas as canções, com exceção da faixa de abertura, “Altos e Baixos”, uma música dele em parceria com Evandro Mesquita, que  canta junto com o anfitrião.


“Sou muito fã de Evandro Mesquita, para mim ele é um dos mais completos artistas que nós temos, porque ele atua, canta, compõe e escreve e ainda é bom de bola. Além disso, é o band leader da Blitz, banda das mais emblemáticas do rock brasileiro, que marcou uma geração. É uma felicidade tê-lo comigo nesse disco”.



A letra da canção de Evandro e Luiz é uma das que tocam a questão do livre arbítrio do homem em escolher ver o tempo passar ou aproveitá-lo da melhor forma para realizar coisas significativas. Um dos trechos diz “Na prateleira está o bom e o ruim/ A grana causa o bem e o mal/ O que você escolher vai ser assim/ Ou vai baixar ou levantar o seu astral”.


Sobre a simbologia das águias e urubus, Luiz comenta: “O urubu é visto como ave nojenta, símbolo de mau agouro, até mesmo pelo seu visual, mas ele presta um serviço de limpeza fantástico à natureza, sem o qual não seria possível a sobrevivência da raça humana. Já a águia é uma ave poderosa, que voa alto e sozinha, associada à soberania e imponência. Por isso, é símbolo de civilizações como os EUA, que, de certa forma, controla alguns outros países com a manutenção da miséria. Cada animal tem seu papel, mas se formos analisar, o urubu é muito mais necessário para a natureza do que a águia”.


Ficha Técnica 


 


Direção, Produção, Arranjos, Gravação, Baixo, Bateria, 


Guitarras e Voz - Luiz Caldas


Produção Executiva - Alan Barboza 


Mixagem e Masterização - Marcelo Machado 


Vocal - Paulinho Caldas e Yuri Caldas


Capa - Tigre 


Assessoria de Imprensa - Tatiane Freitas / Viva


Comunicação Interativa 


Participação Especial - Evandro Mesquita na música *Altos e Baixos 


Gravado no estúdio M. A. Artes para o mês de agosto de 2021

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑