Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 12 de julho de 2021

SJDHDS presta atendimento de pós-resgate para 64 vítimas em situação de trabalho escravo


 Em Aracatu, SJDHDS presta atendimento de pós-resgate para 64 vítimas encontradas em situação de trabalho escravo



A equipe da Secretaria de Justiça, Direito Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS) está nos municípios de Aracatu e Iaçu realizando operação de pós-resgate de trabalhadores e trabalhadoras encontrados em situação de trabalho análogo ao de escravo. O coordenador de Enfrentamento ao Trabalho Escravo e Tráfico de Pessoas da SJDHDS, Admar Fontes Junior, está acompanhando a operação.


Cerca de 64 trabalhadores baianos foram resgatados em Pedregulho – SP em situação análoga ao de escravo em uma fazenda de colheita de café, sendo destes, 12 crianças e adolescentes. As vítimas foram trazidas para a Bahia e levadas ao seu município de origem, Aracatu, distante a 532 km da capital baiana.


Com a ação de pós-resgate, realizada pela SJDHDS, os trabalhadores estão sendo assistidos pelo Creas, receberam três parcelas do seguro desemprego e irão receber as verbas rescisórias. Além disso, famílias das vítimas resgatadas serão beneficiadas com as doações de alimentos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) no município.


“Ao chegar no município, inicialmente fizemos reuniões com a Secretaria de Assistência Social, as equipes do Cras e Creas para entender a situação da região e explicar as equipes de que forma abordaríamos os trabalhadores resgatados nas entrevistas. Após isto, demos início as tratativas de regularização para a garantia de direitos trabalhistas dessas pessoas e, em seguida, nos reunimos com a prefeitura, que tem dado total apoio e suporte neste caso, bem como em apoiar futuros projetos de inserção e capacitação dos trabalhadores resgatados”, esclarece Admar Junior.  


Além do atendimento prestado às vítimas, a equipe da SJDHDS também distribuiu cartazes, panfletos e camisas para os profissionais da rede socioassistencial do município, visando reforçar a campanha de combate ao trabalho análogo ao de escravo no Estado.


Ainda na oportunidade, foi agendado uma capacitação, para o mês de agosto, em conjunto com a Superintendência de Assistência Social da SJDHDS, o Ministério Público do Trabalho - MPT, CONATRAE, SETRE, SRTb, e demais atores da Coetrae-BA.


Foto: divulgação município de Aracatu

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑