Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 19 de julho de 2021

Técnicos do Baixo Sul que atuam no projeto Cacau + passam por treinamento


 Equipes técnicas de secretarias municipais de Agricultura do Território de Identidade Baixo Sul, que atuam no serviço de assistência técnica e extensão rural (Ater), pelo projeto Cacau+, participaram do 1º Módulo de Treinamento para desenvolvimento do projeto, voltado para a Seleção, Coleta e Análise de Solo. As atividades, que contaram com a participação de 40 técnicos, foram realizadas nesta quarta-feira (14), no município de Gandu, e quinta-feira (15), no município de Igrapiúna.  


 



A ação integra o Mais Ater, modalidade de Ater executada por meio de contrato firmado entre o Consórcio Intermunicipal do Mosaico das Apas do Baixo Sul (Ciapra) e o Governo do Estado, por meio da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).  


 



João Neto, que gerencia o contrato do Mais Ater, junto ao consórcio, explica que a prestação do serviço de Ater segue um cronograma de atividades com os agricultores e, em paralelo, estão sendo realizados, mensalmente, módulos de treinamento voltados para a cultura do cacau com os técnicos: “O treinamento é importante por capacitar esses técnicos, para levarem aos agricultores o que tem de melhor em tecnologia e metodologia, para atuação na cacauicultura e também pela busca de nivelamento dos conhecimentos e das ações, dentro dos municípios do Baixo Sul”. 


 



A atuação e os treinamentos dos técnicos é dividida nos eixos BR 101, que abrange os municípios de Tancredo Neves, Teolândia, Wenceslau Guimarães, Gandu, Piraí do Norte e Ibirapitanga, e eixo BA 001, com os municípios de Camamu, Igrapiúna, Ituberá, Nilo Peçanha, Taperoá, Valença e Aratuípe.  


 



O projeto Cacau + visa o aumento da produção e produtividade. Atualmente, a média de produção é entre 15 a 18 arrobas por hectare. O objetivo é alcançar, nos três anos de execução do projeto, 80 arrobas por hectare, o que irá garantir um incremento de renda para as famílias atendidas. No total estão sendo atendidas 2.400 famílias do Baixo Sul. 


 


O Governo do Estado, por meio da SDR, vem adotando, desde 2020, uma modalidade de Ater via contrato com consórcios públicos, para ampliar esse serviço essencial, para o desenvolvimento da lavoura cacaueira, envolvendo os municípios que tem, na sua base econômica, a produção do cacau como atividade protagonista. 


 


Com essas ações, um total de 4.740 famílias de agricultores familiares, de 45 municípios, serão atendidas pelo serviço de Ater prestado pelos consórcios Ciapra, Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica (Cima), e Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território Litoral Sul (CDS). Um investimento de R$6,7 milhões.  


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑