Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 9 de agosto de 2021

Representando a Bahia, pilota de offroad Luciana Bacaicoa participa do Rally dos Sertões


 Foi dirigindo intermináveis quilômetros, entre barro, lama e muita areia, para atuar como bióloga, especialista em geoquímica e meio ambiente, em diversas cidades do Brasil, que a paulista Luciana Bacaicoa, radicada em Salvador há 22 anos, descobriu sua paixão pelo offroad e rally. As modalidades esportivas radicais automobilísticas realizadas fora da estrada, distante dos centros urbanos, passaram a fazer parte da vida da atleta amadora em 2005 e, de lá para cá, ela acumula incontáveis experiências em expedições e competições, além de muito conhecimento técnico sobre os carros específicos para participar dos eventos. A esportista está em contagem regressiva para viajar para Natal, Rio Grande do Norte, onde participará, pela quinta vez, da expedição do Rally dos Sertões, que terá início na próxima terça-feira (10), com duração de 10 dias, como representante do Triton 4x4 Club, o maior clube da L200 Triton da Mitsubishi, para percorrer os quase 3 mil Km da prova (além dos 3 mil Km que rodará na sequência, por sua conta).


Representando a Bahia, já que Luciana escolheu Salvador como lar, ela é uma das poucas mulheres a marcar presença nessa edição do maior rally das Américas, que promete intensos desafios em meio à natureza e muito 4x4. Nos dois últimos anos, a esportista fez parte do grupo de pessoas convidadas da montadora Mitsubishi para testar os carros de apoio do Rally dos Sertões, percorrendo alguns trechos que os atletas profissionais correm, explorando a natureza, superando limites e compartilhando experiências ao lado de amigos e familiares, em rotas que não seriam possíveis de se conhecer através do turismo convencional. Em seu curriculum, Luciana acumula experiências sobre rodas nos quatro cantos do país, entre elas, a famosa expedição da Travessia Transamazônica Challenge, onde ela e outra participante consagraram-se, em 2013, como as primeiras mulheres dos grupos baianos de offroad a participar dessa expedição com um grupo de homens.  Além de Amazônia e a Serra do Sol, a atleta amadora conseguiu acampar em frente ao Monte Roraima, na grande Savana venezuelana, ao lado de mais duas mulheres.


Para atravessar os incontáveis obstáculos, exercitar sua força física e mental, atolar em lamaçais e sair deles, dormir em barracas dentro da natureza ou em cima do carro, atravessar grandes rios e passar por pontes intermináveis em sua nova aventura, Luciana contará com o apoio, incentivo e dedicação de seu marido, Deoclécio Graciano, que sempre a acompanha em suas trilhas sobre 4 rodas e que também tem muitas histórias para contar, especialmente a que eles se conheceram e se apaixonaram no grupo de offroad, que participam e estão juntos há 11 anos. Além de compartilhar experiências, Luciana recebe diversas mensagens de mulheres em suas redes sociais, nas quais ela mostra a sua rotina no esporte, entre elas, como ingressar no esporte, dúvidas sobre a funcionalidade do carro, como é vivenciar a logística da competição em uma expedição e o desafio de viajar em equipe em ambientes extremos. Ao pegar experiência no 4x4, os trabalhos de campo ficaram mais fáceis e seguem com a emoção da modalidade a bordo do seu carro batizado de Smurf, uma Triton da Mitsubishi, na cor azul, completamente equipada e preparada para diversas aventuras e muita diversão.


 


Mais informações sobre Luciana:


Luciana de Campos Bacaicoa é bióloga, especialista em geoquímica e escolheu a Bahia como lar para atuar em sua área de formação. Em sua trajetória, prestou consultoria em diversas cidades e regiões do país, onde começou a praticar o offroad meio que sem querer, por sempre enfrentar desafios para acessar difíceis localidades. Naquela época, ela não fazia ideia que já praticava a modalidade esportiva. Foi na Chapada Diamantina, quando viu um grupo com mais de 100 carros, que Luciana sentiu-se pertencida a aquele estilo de vida, apesar de achar que as despesas com a modalidade não caberiam em seu bolso. Tempos depois, entrou em contato com um grupo de Salvador de offroad e a paixão só aumentou.


Depois de receber muitas dicas e acompanhar histórias inspiradoras, comprou em 2005 seu primeiro carro, um “Vitarinha”, da Mitsubishi, e partiu para a lama mesmo sem saber utilizar suas funcionalidades. Com o tempo, aprendeu sobre sistema de tração, passou a ter noção de ângulos de ataque do carro para não tombar ou engatar, a escolher pneus para cada tipo de percurso e, principalmente, custos. No Rally Motosports, da Mitsubishi, uma das poucas empresas automobilísticas que realiza um campeonato nacional para os carros de sua marca, em 2016, ganhou o troféu de melhor dupla feminina de uma das etapas desse campeonato no Nordeste, a bordo de sua primeira Triton.


 

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑