Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 20 de agosto de 2021

Salvador atinge a marca de cerca de 310 km de rede cicloviária

 


A extensão da rede cicloviária de Salvador avança com a implantação de mais 16km de espaços destinados à circulação de ciclistas com maior segurança. Com a ampliação, a capital baiana passará a contar com cerca de 310 km de rede cicloviária (ciclovia, ciclofaixa e ciclorrotas) à disposição da população, dos quais aproximadamente 260 km foram implantados pela gestão municipal.

 

Em oito anos, a extensão total desses espaços teve um aumento de mais de 610%. Em 2012, havia apenas 38 km de vias para uso prioritário dos amantes da bicicleta na capital baiana.Este ano, os ciclistas poderão pedalar em novos espaços que foram implantados ou estão em fase de conclusão em vias de Patamares, na Paralela, na Avenida Carybé e na Avenida ACM.

 

“O processo de ampliação da rede cicloviária é contínuo. Queremos estimular o uso diversificado dos meios de transporte. Para isso, investimos em estruturas que garantam a segurança viária dos ciclistas. E pedimos que todos respeitem os espaços no trânsito”, explica o superintendente de Trânsito de Salvador (Transalvador), Marcus Passos.

 

Embora a adesão à bicicleta como meio de transporte seja notória, quem circula sobre duas rodas pela capital baiana ainda enfrenta um risco: o desrespeito de condutores de veículos motorizados. No primeiro semestre de 2021, a Transalvador registrou 61 acidentes envolvendo bicicletas que deixaram 49 pessoas feridas e tiraram a vida de outras quatro.

 

O número representa uma redução de 23% em comparação ao primeiro semestre de 2019, quando foram registrados 80 acidentes envolvendo ciclistas, mas um aumento em relação aos 57 acidentes do primeiro semestre de 2020, quando houve uma diminuição considerável na circulação de pessoas por conta da pandemia do coronavírus. Por isso, tão importante quanto viabilizar espaços propícios para a bicicleta é promover a conscientização e adotar comportamentos seguros no trânsito.

 

Segurança viária – A delimitação de espaços é importante para garantia de um trânsito mais seguro, porém, é preciso que o cidadão adote comportamentos adequados, principalmente, respeitando o outro. Por isso, o Movimento Salvador Vai de Bike, coordenado pela Empresa Salvador Turismo (Salvador), preparou algumas orientações que visam reforçar ainda mais a segurança no trânsito para os ciclistas:

 

1 – Ciclistas devem usar luzes de segurança na bicicleta;

 

2 – A sinalização e os semáforos devem ser respeitados por todos os condutores, inclusive os ciclistas;

 

3 – O pedestre deve ficar atento ao atravessar uma ciclovia ou ciclofaixa;

 

4 – Usuário de bicicleta que esteja a pé empurrando a bike é considerado pedestre;

 

5 – Condutores de veículos devem respeitar a distância de 1,5m com as bikes;

 

6 – Em conversões de direção, a preferência é dos ciclistas;

 

7 – Ciclistas devem evitar transitar na contramão;

 

8 – Ciclistas devem optar por usar roupas claras, de preferência, com faixas refletoras, para serem mais visíveis;

 

9 – Condutores de veículos não devem parar, estacionar ou transitar por ciclovias ou ciclofaixas;

 

10 – Buzinas em bicicletas é um item de extrema importância.



 Foto: Jefferson Peixoto/Secom


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑