Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 4 de setembro de 2021

Beach Tennis: o esporte que virou febre pode ocasionar lesões ortopédicas


 Cuidados preventivos na prática do Beach Tennis ajudam a evitar lesões dos membros inferiores


Você já ouviu falar em Beach Tennis? A prática que vem ganhando cada vez mais destaque combina a diversão da atividade esportiva com sol, mar e areia e pode ser praticado por todas as idades. Entretanto, embora seja uma maneira perfeita de passar o tempo com os amigos e a família, assim como todo esporte, os praticantes de Beach Tennis também estão suscetíveis às lesões, principalmente nos pés, tornozelos, joelho, ombro, cotovelo e até na coluna.


“As irregularidades do terreno arenoso exigem muita estabilidade das articulações. O impacto a cada salto, corridas e arranques para alcançar a bola, podem afetar as articulações e os músculos”, pontua o ortopedista especialista do Itaigara Memorial Clínica do Pé e Tornozelo, Dr. Marilton Torres.


Entre as lesões possíveis, a epicondilite lateral, também conhecida como cotovelo de tenista, é uma delas. “Esta condição causa dor intensa no cotovelo e se desenvolve pelo uso excessivo dos braços, antebraços e mãos. É uma inflamação no tendão dos extensores do pulso e pode aparecer devido às microlesões que acontecem durante a execução dos movimentos”, destaca o ortopedista especialista do Itaigara Memorial Clínica do Ombro e Cotovelo, Dr. Raimundo Lisboa.


De acordo com o ortopedista do Itaigara Memorial Clínica do Joelho, Dr. Sérgio Passos, o joelho também é uma região que merece uma atenção especial: “O movimento de queda na areia após o salto com algum componente rotacional pode originar a ruptura do ligamento cruzado anterior. A sensação de insegurança gerada pela ausência deste ligamento e a repetição dos episódios torcionais podem necessitar de uma intervenção cirúrgica”. O período de reabilitação e retorno é no mínimo de 8 meses sendo considerada uma das mais temidas lesões de atletas competitivos.


A coluna também não escapa de possíveis lesões durante a prática do Beach Tennis. Segundo a ortopedista do Itaigara Memorial Clínica da Coluna, Dra. Fernanda Gonçalves, os praticantes da modalidade podem ser acometidos de Hérnia Discal, Espondilólise, Espondilolistese, Cervicalgia ou Dorsalgia.


PREVENINDO LESÕES - Como não há nada mais frustrante do que ficar impossibilitado de realizar o esporte por causa de dores e lesões, invista em exercícios de prevenção de lesões. Veja a seguir:


- Faça um bom aquecimento antes de iniciar a partida para que a musculatura não fique fria;


- Faça exercícios antes de jogar, com o uso de elásticos e bands;


 - Tenha uma rotina de alongamentos.


O Beach Tennis, e qualquer outro esporte, vai exigir fisicamente do corpo do praticante. Por isso, é importante executar um trabalho de força e resistência na academia, com fisioterapia ou com um profissional capacitado para que o corpo esteja sempre preparado.


Para uma assistência especializada, o Itaigara Memorial conta com um grupo renomado de ortopedistas especialistas em ombro e cotovelo, joelho, pé e tornozelo, e coluna. A equipe de profissionais realiza desde consultas médicas até cirurgias minimamente invasivas no Itaigara Memorial Hospital Dia.


 

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑