Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 29 de setembro de 2021

Cidade da Música da Bahia traz expectativa positiva para o trade turístico

 


A Prefeitura de Salvador abriu as portas da Cidade da Música da Bahia, instalada no Casarão dos Azulejos Azuis, no Comércio, para a visita de representantes do trade turístico, na última segunda-feira (27), data em que se comemora o Dia Mundial do Turismo. O grupo foi recebido pela vice-prefeita e secretária de Governo (Segov), Ana Paula Matos, e pelo titular da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), Fábio Mota.

 

Um dos presentes, o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Seção Bahia (ABIH-BA), Luciano Lopes, comentou que, apesar de as cadeias produtivas do turismo terem sido das mais prejudicadas em todo o mundo, com mais de um ano e meio de paralisação de atividades de hotelaria, agências de viagem, bares, restaurantes, eventos e receptivos, a perspectiva do setor para a alta estação de Salvador este ano é muito positiva. Para o gestor, a Cidade da Música da Bahia vai cumprir um papel importante na atração de visitantes para a capital baiana.

 

“Estive no Pelourinho no último fim de semana e lá estava cheio de gente. É um sinal do crescimento turístico que aguardamos neste verão, para o qual este equipamento dará uma contribuição valiosa porque abre uma perspectiva para muitos turistas conhecerem nosso universo musical. Realmente, faltava um espaço como este para reunir esse conteúdo riquíssimo”, assinalou Lopes.

 

A presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagem – Bahia (ABAV-BA), Maria Ângela Carvalho, confirmou o otimismo com a próxima temporada do turismo na capital baiana e disse que a cidade está pronta para receber os visitantes. “Salvador está renovada e a restauração deste prédio, que estava tão acabado por tanto tempo, é mais um exemplo do trabalho impressionante da Prefeitura, tanto na requalificação urbanística quanto no cuidado com nosso patrimônio histórico e cultural. Não à toa, hoje em dia, turistas de todo o Brasil desejam visitar Salvador como quem realiza um sonho”, concluiu.

 

Também estiveram presentes na visita o diretor da Brasil Convention & Visitors Bureau, Pedro Costa; o presidente da seccional baiana da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Leandro Menezes; o gerente de marketing e promoção aérea do Salvador Bahia Airport, Marcus Campos; o presidente do Sindicato das Empresas de Turismo (Sindetur), Luís Leão;  o vice-presidente financeiro da Salvador Destination, Jean Paul Gonze; o superintendente do Sebrae Bahia, Jorge Khoury; e o presidente da Associação de Agências Operadoras de Receptivo da Bahia (ABRE), Conor O’Sullivan, entre outros convidados.

 

Valorização – A vice-prefeita destacou o potencial da Cidade da Música da Bahia como um polo de turismo e desenvolvimento social, valorizando a cultura da região. “Aqui, o soteropolitano e o turista têm a oportunidade de interagir com a história da música de Salvador em um equipamento restaurado, com todo respeito à nossa cultura e que oferece uma estrutura surpreendente e inovadora para a pesquisa, troca de conhecimentos e revelação de talentos. É uma inspiração para cada um ter voz e vez e realizar a fantasia de ser um grande artista, como todo baiano é”, disse Ana Paula.

 

Já Fábio Mota frisou que o objetivo da Cidade da Música da Bahia é aumentar a permanência do turista em Salvador, fortalecendo a retomada deste segmento, com o avanço da campanha de imunização contra a Covid-19. Ele afirmou que receber os representantes do trade turístico neste equipamento é a melhor forma de celebrar o Dia Mundial do Turismo.

 

“São quase mil horas de conteúdo audiovisual, com a história da música em cada bairro, depoimentos dos produtores, compositores, cantores, além de biblioteca, karaokê e estúdios de gravação. Somente uma visita de 31 dias ininterruptos para dar conta de tudo que tem aqui. E já é um sucesso, com agenda de visitas esgotada até o fim de outubro”, informou o secretário.

 

Estratégia – O titular da Secult acrescentou ainda que a Cidade da Música da Bahia se insere na estratégia municipal de promoção do turismo na capital baiana, iniciada na pandemia e que tem contado com outras ações, como a Live Tour Salvador, os road shows e webséries temáticas, alcançando resultados expressivos. Um exemplo disso é o aumento de 200 mil para 600 mil passageiros que aterrissaram na capital baiana entre janeiro e agosto deste ano, período no qual a taxa de ocupação dos hotéis subiu de 20% para 60%.

 

 Fotos: Otávio dos Santos/Secom


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑