Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 25 de setembro de 2021

Primeira Central de Atendimento de Pessoal do ME (CAPE) fora de Brasília é inaugurada em Salvador (BA)

 


A CAPE atenderá mais de 7 mil servidores federais ativos e inativos


A Central de Atendimento de Pessoal do Ministério da Economia (CAPE) em Salvador foi inaugurada na manhã desta quinta-feira (23) pelo secretário executivo do Ministério da Economia, Marcelo Guaranys, e pela secretária de Gestão Corporativa, Danielle Calazans. Estão previstas inaugurações de vinte e quatro CAPEs em outros Estados até 2022.


“Gastar da melhor forma possível o dinheiro do cidadão, para dar sempre o melhor retorno à população, é missão central para o Ministério da Economia. Isso não seria possível sem a racionalização do próprio Serviço Público, que deve necessariamente incluir tanto a otimização dos espaços físicos quanto a valorização do servidor. É aí que se encaixam essa CAPE aqui na Bahia, o Espaço do Servidor e compartilhamento do espaço com outros órgãos federais”, afirmou o secretário Guaranys na solenidade de inauguração.


A CAPE em Salvador – que fica no térreo do histórico edifício do Ministério da Economia no bairro Comércio, antigo centro soteropolitano – é agora responsável pelo atendimento aos mais de 2.600 servidores ativos e inativos do Ministério da Economia lotados na Bahia, além dos aproximadamente outros 4,4 mil servidores inativos do Ministério da Infraestrutura.


Auditório e Espaço do Servidor


Guaranys e Calazans aproveitaram a visita institucional para conhecer outros ambientes, como o auditório e o Espaço do Servidor. O auditório com capacidade para 186 pessoas foi reinaugurado após reformas para tornar o espaço mais inclusivo, moderno e confortável. Dentre as melhorias, estão a acessibilidade a pessoas com deficiência (PCDs). O mobiliário foi renovado, e as instalações elétricas foram refeitas.


Os secretários visitaram também o Espaço do Servidor, inaugurado em novembro de 2020, que fica no terraço do prédio. É uma moderna “sala de descompressão”, com vista para a Baía de Todos os Santos e composta por vários ambientes, incluindo deque iluminado por luz natural durante o dia, disponíveis para o relaxamento e interação de servidores.


Otimização do uso do espaço físico


A otimização dos espaços do edifício-sede do Ministério da Economia na Bahia possibilitou o compartilhamento do prédio e rateio de despesas com outros órgãos federais. A economia aos cofres públicos federais está estimada em valores superiores a R$ 3,5 milhões por ano.


A modernização das instalações do prédio visa atender todos os órgãos localizados no mesmo edifício. Atualmente, estão presentes oito representações estaduais de órgãos federais:

Superintendência Regional de Administração do Ministério da Economia na Bahia, Secretaria de Patrimônio da União (SPU), CGU, Ministério da Saúde, ANVISA, Superintendência Regional do Trabalho (SRTb/BA), Fundacentro e Núcleo de Inteligência da Previdência e Trabalho.

Ações do programa Unifica para acolhimento do servidor, racionalização dos gastos e otimização do uso do espaço físico continuam em andamento em todos os demais Estados brasileiros.


Créditos da foto: ACS/SRA-BA


Legendas: Secretário Marcelo Gu

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑