Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 23 de outubro de 2021

Ação no Centro Histórico alerta para a prevenção do câncer de mama

 


A Onda Rosa no Pelô, movimento de conscientização sobre os cuidados com a prevenção do câncer de mama e do colo do útero, teve início na tarde da quinta-feira (21) na região do Pelourinho e Praça da Sé. Promovida pela Secretaria de Políticas para as Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), a expectativa é de que, até esta sexta-feira (22), sejam sensibilizadas mais de 400 mulheres entre ambulantes, trabalhadoras das lojas e transeuntes sobre a necessidade de cuidar da saúde feminina.

 

A abertura da ação contou com uma série de alongamentos com o intuito de incentivar a prática de atividades físicas pelo público feminino. O momento foi promovido por educadores físicos da Guarda Civil Municipal (GCM). Em seguida, a banda percussiva A Mulherada, formada por assistidas pelo instituto homônimo que atua na defesa dos direitos femininos, se apresentou para o público presente.

 

O movimento ocorre em parceria com a Secretaria de Articulação Comunitária e Prefeituras-Bairro, por meio da unidade Centro/Brotas; com a Secretaria de Ordem Pública (Semop), por meio da Guarda Civil Municipal e Limpurb, além das pastas de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre) e da Cultura (Secult).

 

Para a titular da SPMJ, Fernanda Lordêlo, realizar a ação dentro do Centro Histórico possibilita alcançar um público amplo tanto de baianas quanto de turistas. “A ideia da Onda Rosa é que a gente traga para a mulher a discussão da autoestima, do autocuidado, do autoexame. Mulheres e meninas jovens precisam pensar no cuidado com a saúde porque, quando elas têm autoestima, é mais fácil trabalhar a saúde mental. A violência contra a mulher também decorre de processos de baixa estima”, explicou.

 


Engajamento – A ação, que ocorre das 16h às 18h, reúne equipes de abordagem circulando na região e sensibilizando as mulheres sobre a importância do autoexame, esclarecendo como deve ser feito o exame de toque, como ter acesso à mamografia e a melhor forma de prevenção do câncer do colo do útero. Na ocasião foram distribuídos ainda laços em alusão à campanha Outubro Rosa, preservativos e panfletos informativos.

 

Uma das mulheres impactadas pela ação foi a professora Ananda Savitri. Ela contou que, ao passar pelo local, resolveu aproveitar para elucidar diversas dúvidas que tinha sobre cuidados com a saúde feminina e o acesso aos serviços públicos. “É importante que a gente possa se cuidar o ano inteiro. Achei a equipe bem solícita. Agora vou ler todo o material e procurar uma unidade de saúde para fazer os exames necessários. Este autocuidado é essencial para todas nós”, pontuou.

 

A assistente social do Instituto A Mulherada, Jaqueline Carvalho, parabenizou a Prefeitura pela realização da iniciativa e reforçou a importância de levar informação ao público. “O cuidado com a saúde e a violência contra a mulher também são questões sociais. É muito importante para nós participar dessa ação hoje, porque através da cultura tentamos demonstrar isso. Nosso lema é: tocar pode, bater não. E com a percussão nós chamamos atenção para estas questões, sempre fazendo resistência”, afirmou.


Outras atividades – A SPMJ também possui outras ações programadas para fomentar a saúde feminina nos próximos dias. Na terça-feira (26), por exemplo, será inaugurada a Sala Rosa, espaço que funcionará no Shopping Center Lapa até a sexta-feira (29).


 Fotos: Jefferson Peixoto/Secom



0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑