Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 9 de outubro de 2021

Consciência ambiental é destaque em desfile na comunidade Guerreira Zeferina


 “Reduzir, reciclar e reutilizar”. Com esse grito de alerta, 60 alunos da Escola Municipal Guerreira Zeferina desfilaram pelas ruas da comunidade, localizada em Periperi, na manhã desta sexta-feira (8).  Com o tema “Primavera abraçando a sustentabilidade”, a instituição reuniu pais e estudantes, num evento educativo e animado.

 

Não faltaram música, alegria e conscientização ambiental. Caracterizados com elementos que representam a primavera, as crianças se apresentaram alertando a população do bairro sobre a importância da preservação do meio ambiente. A atividade seguiu os protocolos para evitar o contágio pela Covid-19.

 

A diretora da instituição, Ana Beatriz Lima, destacou a importância de ações que mobilizam a comunidade e traz a natureza como elemento fundamental. “ Durante todo ano, a gente trabalha um projeto de sustentabilidade, em que é desenvolvido um processo de compreensão dos alunos e pais sobre a necessidade de reutilizarmos”, pontuou.

 

A ideia, de acordo com a gestora, é implantar na cabeça dos estudantes, desde criança, a importância da preservação ambiental. “Eles vivem num contexto de mar, e precisam valorizar a beleza desse lugar, cuidando, é claro. Então, todo nosso trabalho é voltado para questões de conscientização, reaproveitamento e cuidado. E para que ele seja eficaz, mobilizamos não apenas os estudantes, mas toda a família”, afirmou.

 

Atitudes sustentáveis — Com a proposta de conscientizar a população sobre a necessidade de adotar condutas sustentáveis para preservação do meio ambiente, o Desfile da Primavera, de forma lúdica e inclusiva, contou com a apresentação da fanfarra de alunos da rede estadual de ensino. “O aprendizado acontece de forma mais eficaz quando a gente trabalha com a questão da ludicidade, principalmente quando se fala da educação infantil. Na escola temos muitos alunos especiais e atividades como essa promovem o desenvolvimento, interação e inclusão de todos. De fato, é muito significativo”, completou a diretora.

 

O vigilante Adilson Souza, de 52 anos, pai de Artur Nascimento, de dois anos, falou sobre a importância de atividades que levam a família para o ambiente escolar. “Com certeza, essa é a forma mais fácil e legal de ensinar. Eles aprendem brincando e querem que a gente esteja presente. Fiz questão de vir hoje para ver meu filho desfilar fantasiado de pássaro, estou orgulhoso dele. Ele estava ansioso, ficou ensaiando em casa e está muito feliz”.

 

Vestida de florista, a pequena Ana Lis Rocha, de cinco anos, destacou a felicidade de desfilar pelo bairro durante a apresentação. “Foi como se eu estivesse desfilando na passarela, jogando flores e dançando. Foi muito legal, aprendi muito sobre a natureza e ainda brinquei. Eu gostei muito”, disse.



0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑