Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 17 de novembro de 2021

Ambulantes serão certificados e categoria terá benefícios

 


Ter um pequeno negócio é algo cada vez mais valorizado em Salvador. E foi ressaltando a importância do trabalho de pequenos e médios empreendedores que o prefeito Bruno Reis certificou, nesta terça-feira (16), 354 ambulantes que atuam na região do Centro Histórico. Além dos certificados de conclusão das oficinas de capacitação ofertadas pelo programa Sou Salvador, iniciativa municipal de qualificação, promoção e reordenamento dos trabalhadores do comércio informal, os comerciantes receberam novo fardamento (colete, boné e pochete) e a boa notícia de que os débitos junto ao município foram zerados e que, muito em breve, todos poderão ter acesso a empréstimos com juros baixos, por meio do programa CredSalvador, criado para impulsionar a economia local.

A entrega dos kits foi realizada ao lado dos titulares das secretarias de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda (Semdec), Mila Paes, Ordem Pública (Semop), Marise Chastinet, no campus da Unifacs, em Nazaré. A ação faz parte da primeira etapa do programa, que envolveu a realização de workshops entre julho e agosto, nas seguintes temáticas: Mercado Informal no Contexto Turístico, Marketing e Vendas, Hospitalidade/Recepção e Qualidade no Atendimento, Educação Financeira, Conhecimento das Principais Localidades Turísticas do Centro Histórico e Manipulação de Alimentos e Produtos.

Além disso, os ambulantes também foram direcionados a pensar como empreendedores, através do acompanhamento e orientação pelos agentes de empreendedorismo do Parque Social, recebendo orientação financeira e comportamental, fomento ao crédito e monitoramento.

Durante a cerimônia, o prefeito destacou a importância dos pequenos comerciantes para o fortalecimento da economia local e da garantia de sobrevivência desses trabalhadores. "Esse programa possui diversos braços de atuação. O Sou Salvador atua nas áreas turísticas da cidade, e contou, nesta turma, com mais de 75% de participação. Salvador deverá ter o maior verão de todos os tempos. A pandemia não acabou, os cuidados continuam, mas precisamos garantir nosso sustento, recebendo brasileiros e turistas de todos os cantos do mundo. E, para isso, adotamos uma série de medidas para recepcionar o turista de uma forma ainda melhor".

Vendedora de lanches e bebidas há 17 anos, no entorno da Igreja do Rosário dos Pretos, no Largo do Pelourinho, Vanda Gomes, 38 anos, afirmou que a capacitação abriu novos horizontes em seu empreendimento. "Sempre podemos aprender mais. E com o curso aprendi a ter mais zelo e cuidado com os clientes, melhorando e tornando diferenciado o atendimento, agregando conhecimento e garantindo o aumento das vendas".

"Esse trabalho tem como foco os empreendedores, que são importantes agentes para o funcionamento da economia da cidade, fortalecendo o empreendedorismo. A intenção é aperfeiçoar o Treinar Para Empregar, ampliando o leque de programas a partir do Sou Salvador, utilizando o Centro Histórico como projeto-piloto, tendo o ambulante como vitrine neste trabalho, visando sempre o fortalecimento desta atividade e expandindo o programa por toda a cidade", afirmou a secretária Mila Paes. 

Certificado – A certificação obtida com a conclusão dos workshops dá direito aos trabalhadores de obter licença para atuar em suas respectivas atividades, de forma regular. Os novos fardamentos entregues possuem número de identificação vinculado à licença, além de um QR Code para controle de pesquisa de satisfação dos serviços prestados aos clientes.

Próximos passos – Com a conclusão dos workshops, a etapa seguinte será de recadastramento e ordenamento dos participantes. A terceira e última fase é de acompanhamento e avaliação. Nela, haverá participação intensa de fiscalização para garantir o ordenamento dos ambulantes Centro Histórico.

O Sou Salvador tem o objetivo de aperfeiçoar a mão de obra dos ambulantes da cidade, promovendo o crescimento pessoal e profissional dos trabalhadores, além da melhoria na recepção e na qualidade do atendimento prestado a baianos e turistas.

O projeto é desenvolvido pela Semdec, Semop, Secult, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Wakanda Educação Empreendedora, Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo em Salvador (Prodetur), Parque Social, Universidade Salvador (Unifacs).

Isenção fiscal – Na apresentação, o chefe do Executivo destacou a isenção fiscal e remissão dos débitos passados de 2020/2021 dos ambulantes junto à Prefeitura, isenção de taxa para retirada do alvará de funcionamento e redução das taxas de licenciamento para os próximos anos. "E, no intuito de ajudar ainda mais o setor, contratamos a plataforma para gerenciar os R$10 milhões do CredSalvador, que é um sistema de empréstimo com baixíssimos juros, para que os microempreendedores possam comprar mercadorias e tocar os seus negócios de forma rápida e sem burocracia. É um crédito rápido e fácil, que será muito importante para nossa economia, inclusive para impulsionar essa retomada econômica", afirmou o prefeito.

"É uma medida aprovada pela Câmara Municipal, que garante a remissão das dívidas dos últimos dois anos, para os comerciantes informais prejudicados pela pandemia, voltando a pagar a taxa somente em 2022. A isenção é válida para todos os comerciantes que se recadastrarem. Em relação ao CredSalvador, o início da operação está previsto para o mês de dezembro", reforçou a secretária de Ordem Pública, Marise Chastinet.

 Fotos: Betto Jr./Secom


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑