Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 7 de dezembro de 2021

Brasil figura entre países mais vulneráveis a ataques virtuais na América Latina em 2021


 De acordo com dados levantados pela Appgate, Equador, Colômbia e Argentina também se destacam entre os alvos mais frequentes na região



São Paulo, 06 de dezembro de 2021 - A  Appgate, empresa especializada em acesso seguro e segurança cibernética, fez um mapeamento dos principais focos de ciberataques ocorridos na América Latina neste ano. De acordo com o levantamento, os países que registraram maior número de ocorrências foram Brasil, Equador, Colômbia e Argentina.




O relatório aponta que, em média, por mês, quase mil ameaças foram neutralizadas pela empresa. As modalidades de crimes cibernéticos monitoradas na região foram:



Phishing - 50%

Perfis falsos (Instagram, Twitter, Facebook) - 25%

Redirecionamento para phishing - 17%

Aplicativos móveis falsos - 7%



O crescimento transacional e a utilização de novos canais digitais implicaram no reforço das estratégias de autenticação na América Latina, reflexo disso é o aumento de quase 400% no volume de autenticações em algumas organizações digitais (neobanks) da região, sendo que o uso de esquemas de autenticação baseados em mobile (soft token) foi o que mais cresceu, mas o uso de One Time Password (OTP) também apresentou um aumento em seu uso, principalmente para solucionar as necessidades digitais de novos usuários.




Os dados apontam ainda que, em junho, Argentina e Equador tiveram um pico de ataques de phishing. Segundo a empresa, o aumento de fraudes (canais digitais e transações com cartões em um ambiente virtual) é uma constante desde o início da pandemia, em 2020.




"Um ponto-chave que chama a atenção é a necessidade de as organizações caminharem para modelos de autenticação que gerem melhores experiências e resolvam necessidades no mundo digital e físico. Importante registrar o aumento de clientes que estão desenvolvendo suas estratégias a partir do uso de autenticações push na região, um avanço em experiências omnichannel e de segurança para os clientes”, destaca Marcos Tabajara, diretor de vendas da Appgate no Brasil.


 


A necessidade de administrar as fraudes de forma eficiente e, ao mesmo tempo, evitar impactos nas organizações e nos clientes, levou os órgãos reguladores da América Latina a fornecer orientações de acordo com as necessidades e riscos que surgem. Essas orientações têm alguns pontos em comum nos diferentes países da região e podem ser descritos em quatro pilares fundamentais que a Appgate recomenda às organizações da região:


 


Gerenciamento e monitoramento de ameaças digitais, além da proteção de portais ou aplicativos transacionais;

Autenticação forte e/ou multifatorial para identificação de usuários em ambientes físicos e digitais;

Análise de risco transacional que permita detectar anomalias com base no perfil transacional do usuário;

Segurança no acesso à infraestrutura ou recursos críticos dentro das organizações.



"A Appgate reforça que uma estratégia de prevenção à fraude não envolve apenas tecnologia; requer também um desenho de pessoas e processos que garantam um funcionamento que aproveite cada uma das potencialidades disponíveis, conforme mostram as experiências de alguns clientes da empresa na região”, completa Tabajara. 




Outras descobertas do  levantamento: 




Colômbia:


O país mantém uma tendência de crescimento durante 2021. O crescimento médio mensal transacional é de 11%;

No caso dos usuários, o crescimento médio mensal em 2021 é de 7%;

Durante o terceiro trimestre de 2021, foi observado um aumento de cerca de 245% no número de transações processadas pelo DetectTA (ferramenta da Appgate de monitoramento de transações anômalas) em comparação com o mesmo período de 2020, atingindo um crescimento de usuários ativos de 76%;

A evolução e o crescimento das transações analisadas em um cliente na Colômbia representam um volume importante (média de 10,8 milhões de transações mensais);

O uso de novos esquemas de autenticação para melhorar a experiência do cliente em ambientes digitais mostra um crescimento significativo.



América Central:


Foi registrado um aumento nas transações no terceiro trimestre de 2021 de cerca de 23% em relação ao mesmo período de 2020. Esse crescimento também implicou em um aumento de 51% dos usuários no período;

A estratégia de detecção de fraude durante 2021 permitiu um valor de detecção de cerca de US$ 500 mil.



Equador:


Durante o primeiro trimestre de 2021, de acordo com os canais monitorados pelo DetectTA, as transações no país aumentaram 147%, enquanto que o número de usuários cresceu, em média, 52% na comparação com o mesmo período do ano anterior.


Fonte Appgate


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑