Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 4 de dezembro de 2021

FCM promove 1° Encontro de Famílias Acolhedoras em Salvador

 


Foto: Bruno Concha/Secom

Com o objetivo de trocar experiências, os participantes do programa Família Acolhedora vão se reunir neste sábado (4), das 9h às 11h30, na sede da Fundação Cidade Mãe (FCM), no Engenho Velho de Brotas. O encontro, promovido pela entidade vinculada à Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ), acontece pela primeira vez na capital baiana.

Sete famílias participantes estarão presentes, relatando vivências através do programa.  Com o acolhimento provisório, que dura até um ano e meio, o serviço visa garantir a proteção da criança e do adolescente, respeitando o direito à convivência familiar e comunitária e oportunizando acesso aos serviços públicos.

"O Família Acolhedora é um serviço diferenciado que o município de Salvador oferece através do acolhimento familiar. Então, nesse primeiro encontro, vamos unir as sete famílias que hoje acolhem crianças encaminhadas pela FCM, e dessa forma, vamos vivenciar os relatos de experiências, conquistas, desafios, amores, de todas as construções que nascem a partir do vínculo que é estabelecido dentro de uma casa. Além disso, vamos fortalecer esse serviço que é tão importante para a cidade e para as crianças", afirmou a presidente da FCM, Isabela Argolo.

Funcionamento – O programa visa possibilitar o desenvolvimento saudável, interromper o ciclo de violência e da violação de direitos, além de garantir amor e proteção, através de acolhimento provisório de crianças e adolescentes de 0 a 18 anos incompletos, que por diversas situações foram afastados de familiares consanguíneos, até que possam voltar para sua família de origem.

Para se tornar uma Família Acolhedora, é necessário participar do processo de habilitação, capacitação e seguir alguns requisitos, como ser maior de 21 anos, não possuir vínculo de parentesco com a criança ou adolescente no processo de acolhimento, dispor de tempo para oferecer proteção e residir em Salvador há mais de dois anos.

Além disso, é necessário apresentar declaração de não interesse na adoção e nem estar habilitado para adotar, será preciso comprovar também condições físicas e mentais saudáveis para acolher em segurança. O processo de habilitação pode ser iniciado através de cadastro no site www. familiaacolhedora. salvador. ba. gov. br ou pelo telefone (71) 3202-2429.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑