Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 21 de dezembro de 2021

Perita da Bahia é elogiada por atuação em projeto Cadeia de Custódia

 


Perita da Bahia é elogiada pbor atuação em projeto Cadeia de Custódia

A perita odonto-legal Nicole Prata Damascena, integrante da Coordenadoria Regional de Polícia Técnica (CRPT) de Feira de Santana, foi elogiada pela sua atuação, nos últimos sete meses, na Coordenação de Modernização da Governança e Gestão (CMOG) da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). A perita, juntamente com profissionais de Segurança Pública de diferentes partes do país, desenvolve o projeto 'Cadeia de Custódia'.


A baiana está entre os mais de 200 profissionais de segurança pública envolvidos no projeto que visa a modernização e padronização da custódia de provas periciais. “A cadeia de custódia acontece desde quando é reconhecido o vestígio, no local do crime, até o momento do seu descarte”, explicou a especialista. 


A perita explica também que a cadeia de custódia envolve dos primeiros atores que chegam à cena como bombeiros, policiais militares ou guardas municipais, além do Ministério Público, o Judiciário, Ordem dos Advogados e outras instituições na persecução penal. A profissional explicou que o projeto integra áreas do conhecimento pericial. 



As discussões darão origem a um compêndio com direcionamentos e recomendações para todos os atores envolvidos. Nicole é coautora dos volumes sobre vestígios de odonto legal e de antropologia forense do livro, que deverá ser publicado no início do próximo ano, e fará parte da estruturação de políticas públicas na área. 


A profissional também trabalhou na identificação das vítimas da tragédia de Brumadinho, em janeiro de 2019. Ela atuou na inserção dos cadastros odontológicos das possíveis vitimas envolvidas, realizando a inserção das informações no sistema, que cruzava os dados com os corpos localizados. 


Nicole é especializada em odontologia legal, doutoranda em Antropologia Forense e Análise Facial, parte da formação realizada na Universidade de Granada, na Espanha, e no Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal, pós-graduanda em Antropologia Forense e Direitos Humanos, e também é responsável pelo capítulo do Tratado de Antropologia Forense.

Fonte: Ascom: Marcia Santana



0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑