Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Artigo: Qual o valor do beijo no carnaval?

Todo ano o brasileiro espera por uma época chamada carnaval. Época essa que traz as mais altas sensações de prazer e curtição que uma vida possa oferecer. Essa retribuição se dar na avenida! Milhares de pessoas se esbarram e dançam conforme a música do ambiente em que o "beijar" é o bailarino principal.

Na dança, na empolgação todo cuidado é pouco quando se trata de aglomerações anormais. Sim, aquela multidão toda não é nada normal voltado a vida social da nossa cidade. Entre muitas mercadorias vendidas nessa folia, fantasias, máscaras, bebidas, comidas etc, o beijo é o de mais valor. Para uns, algo indispensável a toda hora, para outros, algo que não faz muito sentido - esses, minoria. O valor do beijo é como o valor de uma periguete: 3 por 5. Multiplique esse 5 por milhões de resultados reais ou paranóicos que surgirão pós festejos.

Seja na pipoca, no camarote ou em blocos particulares, a cobrança da dívida do beijo irá vir. A tuberculose, varicela [mais conhecida como catapora], sarampo, conjuntivite, infecção intestinal, o famoso sapinho ou até mesmo a gonorréia, são os cobradores. Uma conversa ao pé do ouvido em uma distância de um metro já é o suficiente para causar dor de garganta, febre alta e gânglios no pescoço, além da elevação do volume do baço e do fígado. O pior cobrador que o beijo tem se chama: DST [Doença Sexualmente Transmissível]. Ele é tão grande e forte que se subdivide em vários e é capaz de matar o devedor calmamente. Para esse, não preciso entrar em detalhes.

Em suma, o valor a ser pago pós carnaval não só pode ser visto como a fatura do cartão, dos boletos ou das pessoas que emprestaram dinheiro para ir curtir a folia. Tem que ser visto com olhar maior. Com uma dívida que pode custar caro, que pode custar a sua própria vida.


Por Mateus Mozart Dórea - é graduando em Filosofia pela Ucsal e Direito pela Fsba. Crítico da política e escritor por amor.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑