Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Mais de mil transportes escolares serão vistoriados


A inspeção veicular dos transportes escolares do 1º semestre de 2018 começou nesta segunda-feira (26). Os proprietários e motoristas devem regularizar a situação de seus veículos para circularem na capital baiana, através da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), respeitando as datas de vistoria, por meio da ordem do número do alvará, conforme cronograma. O órgão pretende vistoriar, na sede da Coordenadoria de Táxi e Transportes Especiais (Cotae), no Vale dos Barris, os 1020 veículos cadastrados pela Prefeitura até o dia 9 de março. A meta da Semob é vistoriar 100 transportes por dia.

“Trabalho há 18 anos como condutor escolar, e com esse tipo de procedimento, os pais dos alunos não ficam preocupados com a segurança dos filhos", disse o motorista de transporte escolar, Clóvis Silva, 52. “A Prefeitura tem esse controle, principalmente em alertar sobre a manutenção dos carros durante todo o ano, afinal é preciso seguir o que a lei pede para que os alunos estejam protegidos”, conclui. No primeiro dia de inspeção, não foi constatada nenhuma irregularidade.

O serviço custa R$ 81,79, sob risco de os proprietários pagarem multa no valor de R$ 42,30, caso não cumpram o prazo. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13h às 16h30. Dez fiscais municipais estão vistoriando os veículos, capacitados para observar pontos como padronização obrigatória dos veículos (conforme artigo 136 do Código de Trânsito Brasileiro).

O chefe de vistoria da Cotae, Cledson Nogueira afirma que os principais itens observados durante a vistoria são: higiene, estado de conservação do veículo, condições de tráfego, controlador de velocidade (tacógrafo) e regularidade dos equipamentos de segurança. "Além da parte documental, é preciso que estejam em dia com itens indispensáveis na segurança, como pneus, extintores e a parte elétrica, por exemplo", explica Nogueira. Caso haja irregularidade, o transportador tem de 10 a 30 dias para solucionar a questão e retornar à Cotae para solicitar nova vistoria.

A documentação exigida inclui cartão de identificação, carteira de identidade, comprovante de residência, licenciamento atualizado, carteira de identidade, carteira de habilitação classe D, pagamento da taxa de vistoria, “nada consta” de multas de trânsito e selo GNV. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (71) 3202-9064 e 3202-9070.

Cronograma:

Dia 27/02/2018
Alvarás 0101 a 0200

Dia 28/02/2018
Alvarás 0201 a 0300

Dia 01/03/2018
Alvarás 0301 a 0400

Dia 02/03/2018
Alvarás 0401 a 0500

Dia 05/03/2018
Alvarás 0501 a 0600

Dia 06/03/2018
Alvarás 0601 a 0700

Dia 07/03/2018
Alvarás 0701 a 0800

Dia 08/03/2018
Alvarás 0801 a 0900

Dia 09/03/2018
Alvarás 9001 em diante

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑