Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Mitos e verdades da alimentação durante o frio

Estimuladas pelo sol e o calor, as pessoas costumam intensificar a preocupação com a alimentação durante o verão. Porém, mesmo que seja algo óbvio, é importante lembrar que as refeições refletem diretamente na saúde durante todo o ano.



Então, que tal aproveitar a chegada do outono e do inverno para ter atenção com a alimentação nos períodos mais frios do ano? Abaixo, selecionei alguns mitos e algumas verdades que as pessoas propagam nessa época. Confira:



Com a chegada do frio, é necessária uma maior ingestão de alimentos.

Verdade. Principalmente, no inverno, o nosso corpo gasta mais energia para manter a temperatura estável. Para compensar essa perda energética, precisamos consumir mais calorias.



Nesta época, podemos reduzir o consumo de líquidos.

Mito. A hidratação do corpo também é muito importante nos períodos mais frios. Manter o organismo hidratado é essencial para que ele tenha um bom funcionamento, principalmente no inverno, quando a pele sofre agressões do vento e do tempo gelado. A quantidade de água recomendada por dia é de dois litros.



As mudanças dos hábitos alimentares podem elevar o colesterol “ruim”.

Verdade. Esse aumento pode estar relacionado ao consumo de alimentos gordurosos e à diminuição da prática de atividade física, já que no frio as pessoas tendem a se exercitar menos. Além disso, a redução da exposição ao sol diminui os níveis de Vitamina D, podendo afetar indiretamente os níveis de colesterol.



Frutas, verduras e salada não fazem falta no frio.

Mito. Com certeza, o estímulo para a ingestão desses alimentos diminui. Porém, as vitaminas, fibras e os sais minerais que eles proporcionam são importantes durante todas as estações. 



Chás e sopas podem auxiliar na substituição de alimentos muito calóricos

Verdade. Consumir chás de frutas ou chás claros e alimentos quentes, como as sopas, é uma ótima alternativa. O calor desses líquidos e pratos ajuda a manter a temperatura do corpo. Dessa forma, é possível evitar, muitas vezes, o consumo de calorias extras para nos aquecermos.



* Patrícia P. S. Oliveira é nutricionista do HSANP, centro hospitalar de alta complexidade localizado na zona norte de São Paulo.



0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑