Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 7 de março de 2019

Módulos de saúde registram 4.946 atendimentos durante toda a folia

Redução dos atendimentos em geral e das admissões por episódios de agressão por arma branca foram destaques positivos na área da saúde durante a folia

Foto: Paulo Almeida/ Ascom-sms

Os módulos de assistência à saúde montados pela Prefeitura nos circuitos do carnaval contabilizaram 4.946 atendimentos durante toda a folia, número 0,8% menor que a festa momesca do ano passado, quando foram registradas 4.986 ocorrências. O posto montado no circuito alternativo Mestre Bimba, no Nordeste de Amaralina, contabilizou 07 atendimentos com redução de 61% comparado ao ano de 2018 (18).

Os casos clínicos como enjoo, intoxicação alcoólica e dor de cabeça foram responsáveis por aproximadamente 80% das intervenções. Os procedimentos cirúrgicos e traumas ortopédicos apresentaram redução de 7,6% e 1,5%, respectivamente, refletidos na redução da gravidade dos casos. A diminuição significativa de episódios de agressão por arma branca também foram destaque positivo da folia. Esse ano, foram contabilizados 253 casos, um decréscimo de 26% em relação ao mesmo período de 2018.

“Realizamos um intenso e ininterrupto trabalho durante todo o carnaval para garantir uma assistência eficaz ao folião, envolvendo mais de 1.500 profissionais. Chegamos ao último dia confirmando nossas expectativas iniciais com a queda dos atendimentos em relação ao ano anterior, principalmente em relação dos casos graves. A saúde deu show de assistência contribuindo para abrilhantar ainda mais um dos maiores carnavais dos últimos tempos”, comemorou Luiz Galvão, secretário municipal da pasta.

Os altos índices de resolutividade e eficiência dos serviços prestados nos módulos de assistência foi outro dado que chamou a atenção. Dos 4.986 atendimentos realizados nos circuitos, 149 necessitaram de transferência para rede de retaguarda para avaliação tomográfica, exames radiológicos, atenção obstétrica e fraturas. Isso representa apenas 3% dos casos.
As Unidades de Pronto Atendimento Barris e Brotas, postos de emergência do município, foram uma das principais referências para as transferências, com 55 casos.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑