Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 19 de março de 2019

Requalificação da Ponta de Humaitá já está 80% concluída

Apreciar o pôr do sol da Ponta do Humaitá, na Cidade Baixa, ficará ainda mais especial. Promovida pela Prefeitura, a requalificação da área está com 80% das obras concluídas. O projeto envolve melhorias em uma área de 12 mil m² e foi pensado de modo a valorizar o patrimônio histórico e a geografia privilegiada do local, que é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1957 e reconhecido pela história e imensa beleza natural.

“A Ponta de Humaitá, um dos pontos turísticos mais visitados da nossa cidade, está recebendo investimento de cerca de R$1 milhão na sua recuperação. Estamos construindo os presentes para o aniversário de 470 anos de Salvador”, enfatiza o titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Bruno Reis.

Na área mais próxima ao Parque Regional de Manutenção da 6ª Região Militar, localizado na Rua Rio São Francisco, já foram concluídas a recuperação da quadra, implantação de sanitários e criação de roda de capoeira e contemplação. Também já foram finalizadas a recuperação de pisos do entorno da Igreja de Monte Serrat e a instalação de rampas para cadeirantes, de guarda-corpo ao longo da balaustrada e de mobiliário urbano. Além disso, foi feita a retirada do módulo de bilhetagem para que a vista seja melhor apreciada.

O píer instalado na área não está incluído no projeto, pois implicaria na inclusão de aspectos náuticos e manifestações da Marinha, fugindo ao escopo inicial da intervenção urbanística. Com previsão de término em 40 dias, as intervenções ainda contemplam a requalificação do canteiro central, instalação de meio-fio em granito, pavimentação e paisagismo. A alvenaria e meio-fio ao redor da igreja e limpeza do já existente fecham o conjunto de melhorias para o local.

História – Localizada no bairro de Monte Serrat, próximo ao Forte de Monte Serrat, a Ponta do Humaitá ficou famosa por ser local de onde se pode ter a vista de um belo pôr-do-sol e uma panorâmica da Baía de Todos-os-Santos e da cidade, ao fundo. O espaço agrega um conjunto arquitetônico formado pela Igreja de Monte Serrat, um mosteiro, o antigo Iate Clube de Monte Serrat e casas no estilo do século XIX, além de um farol, construído em 1926 para guiar as embarcações que passavam pela região. Foi a primeira localidade em Salvador a receber os festejos em homenagem à Iemanjá, no fim do século XIX, que acontecia no dia 8 de março.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑