Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 29 de março de 2019

Roda de conversa marca abertura do Festival de Graffiti Bahia de Todas as Cores

O papel da arte da grafitagem como instrumento de empoderamento social foi o mote que permeou o lançamento da quinta edição do Festival de Graffiti Bahia de Todas as Cores (BTC), que ocorreu na tarde desta quinta-feira (28), no espaço Acervo da Laje, em São João do Cabrito. O evento ocorre com o apoio da Fundação Gregório de Mattos (FGM), e integra o calendário de eventos do Festival da Cidade. 

Artistas das mais variadas linguagens e diversos grafiteiros participaram da roda do evento. Dentre os palestrantes convidados estavam o líder do Que Ladeira é Essa, Marcelo Teles, os gestores do Acervo na Laje, José Eduardo e Vilma Santos, além de Gabi Bruce, produtora cultural que ganhou o prêmio Sabotage 2019.

De acordo com o professor José Eduardo Santos, a arte na periferia vem atrelada a entender a beleza do território e potencializar este entendimento. "O Acervo surge com essa proposta de dar uma resposta operativa que dialoga com o que a elite mais preza, que é a arte", narrou, explicando a importância de movimentos que não retroalimentem a violência nas comunidades. 

Programação - O BTC discute o papel social da arte até domingo (31), usando o grafite para mostrar a diversidade de cores e da vida a novos espaços. Ainda como parte da programação, os artistas participantes irão produzir murais gigantescos em 5 geomantas espalhadas pela cidade (Travessa do Panta, Garcia; Rua Baía de Todos os Santos, Cabula; Vale dos Lagos, São Rafael; Rua 13 de maio, Campinas de Pirajá e Rua Eudaldo Gomes, Igreja do Alagados, Uruguai). 

Os murais já estão em processo de produção através dos artistas do Coletivo Vai e Faz e por artistas soteropolitanos convidados para integrar a equipe. Nesta sexta (29), aniversário da cidade, os murais serão apresentados ao público, como parte das comemorações.

Ainda nesta sexta, das 9h às 17h, acontece o tradicional mutirão de grafite, que será realizado em local a ser definido, na Cidade Baixa. A proposta busca envolver os artistas participantes e a comunidade local, contribuindo com a revitalização artística do espaço. 

Neste sábado (30), inicia-se a pintura oficial do BTC, das 9h às 17h, com a produção de painéis em muros da Avenida Beira Mar, Ribeira. No domingo, finalizam-se as pinturas no Circuito Águas de Março. Ao longo do fim de semana, acontecem também o Encontro de Stickers, em local a ser definido; e o Bingo recreativo entre os artistas participantes. Outras atividades culturais ainda serão definidas para o BTC.

O 5º BTC é uma realização do Coletivo Vai e Faz, formado por artistas, comunicadores, produtores e estudiosos do tema. Os artistas convidados, selecionados por meio de inscrição e curadoria do Coletivo Vai e Faz, ficarão hospedados no Colégio Estadual Presidente Costa e Silva, no Largo da Madragoa, na Ribeira.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑