Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 1 de abril de 2019

Prefeitura garante renovação de mil ônibus com ar-condicionado em Salvador

O prefeito ACM Neto anunciou neste sábado (30) que, depois de diversas reuniões, os empresários do setor de transporte acataram a proposta do município para colocar em circulação mil novos ônibus, todos com ar-condicionado, até 2022. Desse total, 250 serão integrados à frota ainda este ano, na seguinte forma: 125 até 20 de julho e 125 até 20 de setembro. Em 2020, 2021 e 2022, a renovação deve ocorrer até 30 de junho (250 veículos por ano).

"Fechamos o acordo, que está assinado em documento elaborado com a participação do Ministério Público da Bahia (MP-BA), para garantir que, em 4 anos, a cidade terá mil novos ônibus circulando com ar-condicionado, representando quase metade da frota. Vamos fiscalizar o cumprimento desse acordo, que está assinado em documento. Caso o acordo não seja cumprido, vamos anular o aumento da passagem", avisou ACM Neto durante a inauguração da obra de contenção de encosta no Beco do Cirilo, na Estrada da Rainha, no final da manhã de hoje.

A renovação da primeira parte da frota era uma exigência do Executivo municipal para autorizar o reajuste no valor da passagem. As negociações entre Prefeitura e empresários, com a intermediação do MP-BA, começaram no início deste ano, com a sucessão de várias reuniões com as presenças, pelo município, de representantes da Casa Civil, Secretaria de Mobilidade (Semob) e Agência Reguladora e Fiscalizadora dos Serviços Públicos de Salvador (Arsal). Essas negociações resultaram na assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre as partes.

Com o acordo, o valor da passagem será de R$4 a partir desta terça-feira (02). Vale frisar que, apesar do reajuste, Salvador tem a quarta menor tarifa do transporte público entre as maiores cidades do país. Todo o entendimento foi fundamentado em duas consultorias contratadas pela Arsal, com acompanhamento do MP-BA, para a realização de estudos sobre quanto custa o transporte em Salvador e auditoria no sistema de bilhetagem.

Esses estudos apontavam que o valor da tarifa deveria subir para R$4,12. Porém, a Prefeitura viabilizou, com subsídio que será enviado, via projeto de lei, para a Câmara de Vereadores, um valor menor, de R$4. "O valor de R$4,12 seria pesado demais para o usuário e a gente não aceitava. Por isso, a Prefeitura abriu mão também do ISS para o setor, de taxa da Arsal e do pagamento do restante da outorga, garantindo assim, com esse subsídio, o valor de R$4, isso depois que houve o compromisso de renovação da frota", ressaltou ACM Neto.

Além disso, o aumento, que deveria ter começado a vigorar no dia 2 janeiro, só vai valer a partir desta terça-feira (02), em função das garantias solicitadas pelo município de renovação da frota, o que foi outra vantagem para a população. "Só autorizamos o aumento, depois de três meses, quando sentimos segurança por parte dos operadores de transporte de que eles iriam assegurar a renovação da frota, com a colocação de ônibus com ar-condicionado. Por isso, determinei a suspensão do aumento que, por contrato, deveria valer a partir de 2 de janeiro", lembrou o prefeito.

ACM Neto reconheceu que toda notícia de aumento de tarifa gera alguma insatisfação, mas ressaltou que a Prefeitura buscou todas as medidas necessárias para promover avanços na área do transporte público. "Claro que aumento não é bom. Mas, em função do índice de inflação, havia a necessidade dessa decisão. Aproveitamos para avançar na área de transporte e vamos exigir o cumprimento do que foi assinado".

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑