Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 23 de abril de 2019

Secretaria da Saúde da Bahia implanta prontuário eletrônico em cinco unidades

As unidades da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) passarão a contar com um novo software para gestão hospitalar, que inclui prontuário eletrônico e módulos administrativos. O projeto piloto engloba o Centro Estadual de Oncologia (Cican) e nos hospitais Geral do Estado (HGE), Geral Roberto Santos (HGRS), Ernesto Simões (HGESF) e Geral de Camaçari (HGC). A expectativa é que a partir de junho o funcionamento será pleno. A utilização do software impactará diretamente no Sistema Estadual de Regulação, uma vez que possibilitará que a Central Estadual de Regulação (CER) tenha acesso, em tempo real, ao número exato de leitos disponíveis em cada unidade no momento da alta hospitalar.

Segundo o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, “se fossemos adquirir um software com as mesmas especificações no mercado, o Estado da Bahia teria que desembolsar mais de R$ 30 milhões e com um acordo firmado com Hospital de Clínicas de Porto Alegre, conseguimos gratuitamente”, afirma o titular da pasta da Saúde, ao pontuar que a implantação do prontuário eletrônico representa a concretização de um plano de informatização irrestrita da saúde da Bahia, iniciado em 2015, e denominado Saúde Digital. “Para chegar aqui, tivemos que investir R$ 52 milhões em infraestrutura de cabeamento de rede e aquisição de computadores, impressoras e conectividade. Agora, esta é a última etapa. Isso permitirá também o acesso remoto dos prontuários, a partir de qualquer hospital ou unidade básica de saúde. Também irá melhorar o controle de faturamento e estoque, bem como a gestão dos hospitais”, explica Vilas-Boas.

A diretora Estadual de Regulação, Rita de Cássia Santos Silva, explica que através do prontuário eletrônico será possível a visualização, fiscalização e o controle da ocupação dos leitos hospitalares pela CER. “Como os registros pela equipe multidisciplinar devem ser realizados em tempo real, mesmo à distância é possível fazer a gestão de vários dados importantes. É um sistema que trará informações confiáveis e fidedignas em tempo real sobre leitos vagos ou ocupados”, afirma a diretora.

Desenvolvido pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre, o software, chamado AGHUse, é um sistema que permite registrar os processos administrativos, assistenciais e de apoio à assistência de forma integrada. Com ele é possível padronizar as práticas das unidades de saúde e permitir a criação de indicadores estaduais, o que facilitará a criação de programas de melhorias comuns para todos.

No módulo assistencial, o software contempla o paciente desde a sua entrada na unidade, podendo criar ou não um prontuário eletrônico. Nele é possível especificar as informações clínicas do paciente, englobando todos os atendimentos realizados no hospital, classificados por tipo de informação: internações, cirurgias, exames realizados, procedimentos e diagnósticos. Já a seção de internação contempla gestão de leitos, transferência de pacientes, alta administrativa, entre outros itens.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑