Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 31 de outubro de 2019

FAO e Governo da Bahia discutem experiências de segurança alimentar na América Latina

Compartilhar informações e experiências sobre políticas de inovação social e o papel da sociedade civil e governos locais na sustentabilidade dos sistemas alimentares na América Latina e no Caribe. Esse foi o objetivo de um encontro internacional promovido pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), em parceria com a Universidade de Nottingham, na Inglaterra. O evento aconteceu nesta quarta-feira (30) e contou com o apoio do Governo do Estado, através da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS).

Realizado no Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde no Brasil, laboratório do Parque Tecnológico da Bahia, o evento contou com a presença de diversos atores das áreas de pesquisa, educação e gestão da temática “Segurança Alimentar”, dos países Peru, Chile, Colômbia, Costa Rica, Inglaterra e Equador. Presente na abertura dos trabalhos, o secretário da SJDHDS, Carlos Martins, falou da necessidade de fortalecer políticas de acesso a alimentação nutritiva e saudável para quem mais precisa.

“Estamos vivendo um momento dramático na América Latina e eventos como este surgem como oportunidade para encontramos caminhos e soluções que assegurem um direito fundamental da condição humana: o direito a alimentação. Por isso, a discussão da segurança alimentar, na lógica da produção de alimentos saudáveis, é tratada como prioridade em nosso Estado", afirmou o secretário Carlos Martins.

"Estamos avançando em políticas públicas de fortalecimento da agricultura familiar no semiárido e no combate à fome e desnutrição de crianças, idosos e famílias que convivem com as secas e os que se encontram em vulnerabilidade social no espaço urbano”, completou o gestor. 

Nesta quinta-feira (31), pesquisadores da FAO e da Universidade de Nottingham terão a oportunidade de visitar algumas políticas públicas exitosas de promoção a segurança alimentar geridas pela SJDHDS, como os Restaurantes Populares de Salvador, localizados nos bairros da Liberdade e Comércio.

Os dois equipamentos servem, diariamente, mais de 5 mil refeições ao dia. A visita será acompanhada pela Superintendente de Inclusão e Segurança Alimentar da SJDHDS, Rose Pondé, que também participou do encontro no Parque Tecnológico da Bahia.

“Nosso intuito é pensar em sistemas alimentares observando os desafios que temos em médias e grandes cidades, além de garantir que o alimento saudável e sustentável chegue para a população mais pobre, sanando assim, o deserto de fome que ainda cerca nosso povo", disse Rafael Zavala, diretor da FAO Brasil.

A mesa de abertura foi conduzida por Tereza Campello, ex-ministra do Desenvolvimento Social e pesquisadora de Políticas e Sistemas Alimentares da Universidade de Nottingham e também contou com a participação da vice-governadora do Piauí, Regina de Sousa; de Maurício Barreto, diretor do Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde no Brasil; do professor e diretor de Universidade de Nottingham, David Salt; e membros do Conselho Estadual de Segurança Alimentar da Bahia (Consea-BA).

Acompanhe a SJDHDS nas redes: Facebook, Twitter, Flickr e Instagram.

Foto: Michele Brito/ Ascom SJDHDS

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑