Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 3 de novembro de 2019

Novembro na Sala do Coro tem opções de variadas linguagens artísticas

Obras de dança, teatrais e show integram a programação



Novembro chega na Sala do Coro do Teatro Castro Alves (TCA) com uma programação para todos os gostos: dança, teatro e música preenchem o mês no espaço. As atrações da grade participaram da seleção na ‘Convocatória para Ocupação da Sala do Coro do TCA – 2º semestre 2019’. O mês começa com a estreia de “Boquinha... e assim surgiu o mundo”, do Bando de Teatro do Olodum, no dia 02 de novembro, integrando o “TCA.Criança”. Com texto de Lázaro Ramos, a peça promove o encontro do pequeno João Vicente, personagem central da trama, com as diversas perspectivas de surgimento do mundo. A peça segue até o dia 10 de novembro, sempre sábado e domingo, às 16h.



O Bando de Teatro do Olodum segue em cartaz com mais uma obra: “Erê” tem sessões nos dias 2, 3, 8, 9 e 10 de novembro. Com 16 intérpretes em cena, o grupo faz um apanhado das chacinas contra a juventude negra ao redor do Brasil, desde a década de 1990 até os dias atuais. A peça tem concepção geral de Lázaro Ramos e direção de Fernanda Júlia e Zebrinha. A dramaturgia é assinada por Daniel Arcades, e a direção musical é de Jarbas Bittencourt.



A cantora Ana Paula Albuquerque traz o show “Omaremim”, no dia 05, marcando o lançamento do novo álbum da cantora e professora maranhense radicada na Bahia. O trabalho é resultado de um projeto desenvolvido há quatro anos, com uma sonoridade marcada pela fusão entre a identidade brasileira e a música afro-baiana. “Omaremim” é o segundo disco da carreira da cantora e traz um repertório de dez músicas, sete inéditas e três regravações.



Entre os dias 14 e 16, a 11ª Jornada de Dança da Bahia ocupa a Sala do Coro com espetáculos que integram a programação do evento: “pachamariaharveymorena”, de Morena Nascimento (MG/BA), e “Planta do Pé”, de Maria Eugenia Tita (SP), no dia 14; “Calabouço”, da Kátharsis Cia. de Dança (BA), e “INVente EXperimente (INVEX)”, com vários artistas, no dia 15; e “Aboios”, do Coletivo Rapadura com Urucum & Dendê (BA), “Brasil com Z”, da Cia. de Atores Bailarinos Adolpho Bloch (RJ), e “Vaca Profana”, do Grupo de Dança e Performance da UFS e Coletivo Na Pele (SE), no dia 16.



O espetáculo “Baile” sobe ao palco, no dia 17 de novembro, com uma compreensão da dança como influência direta da diáspora africana, no processo de escravização; e da poesia como valorização da oralidade, que ultrapassa séculos de tradições religiosas e costumes. Dirigido por Natália Carvalho, “Baile” trata da contemporaneidade ancestral, trazendo sentimentos de libertação e alegria, quando pessoas negras se reuniam nas senzalas, em celebração, e podiam cantar e dançar suas origens.



A Cia. de Dança Robson Correia chega, nos dias 20 e 21 de novembro, com a atividade “3D - Dança em Dose Dupla” para mostrar a magia dos espetáculos “Homens de Ogum” e “Leque de Oxum”. As duas obras serão apresentadas na mesma noite. As coreografias foram montadas com a inspiração nas histórias orixás, que representam o ferro e a indústria; e as águas doces, respectivamente.



O corpo do Balé Teatro Castro Alves (BTCA) apresenta, dias 23 e 24, o aclamado espetáculo “Lub Dub”, considerado um dos 10 espetáculos de dança fundamentais do ano 2017 pela revista Bravo!. Criada pelo dançarino, coreógrafo e compositor sul-coreano Jae Duk Kim, a coreografia percussiva é uma intensa alternância de movimentos de tração e estremecimento, dinamismo e relaxamento, ritual e contemporâneo. A estrutura coreográfica se desenvolve pelas características peculiares do coreógrafo: ele oscila do silêncio absoluto à vertigem, em estreita relação com a trilha sonora.



Além disso, a peça “As Cidades”, do Teatro Terceira Margem e Artistas Independentes, estreia em 28 de novembro, com apresentações também nos dias 29 e 30.



Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do TCA, nos SACs do Shopping Barra e do Shopping Bela Vista e nos canais online da Ingresso Rápido – aplicativo e site, através da página de vendas https://site.ingressorapido.com.br/tca.



RETOMADA E CONVOCATÓRIAS – Inaugurada em julho de 2018, a Nova Sala do Coro do TCA passou por completa reforma, dentro do projeto Novo TCA. Ela adquiriu uma nova configuração espacial para o palco e a plateia, tendo a flexibilidade de formatos como fundamento: múltiplos arranjos são possíveis com a sua arquibancada retrátil. Intervenções técnicas e de estrutura também incluíram a reformulação do foyer, modernização dos equipamentos de sonorização, qualificação de acústica e cenotecnia, renovação do sistema de ar-condicionado, reforma dos sanitários e camarins.



Uma programação de retomada foi realizada de setembro de 2018 a fevereiro de 2019, reintegrando artistas e públicos na rotina do espaço, como resultado da ‘Convocatória Especial Nova Sala do Coro – Ocupação da Pauta Artística da Nova Sala do Coro do TCA’. Foram mais de 110 sessões de 29 projetos artísticos selecionados, juntamente com a Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA), o Balé Teatro Castro Alves (BTCA), os Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (NEOJIBA) e as Escolas de Dança e de Música da Funceb.



Mantendo o procedimento de sistematização de normas, critérios e prazos para definir a programação do espaço, foi lançada a ‘Convocatória para Ocupação de Pauta da Sala do Coro do TCA – 1º Semestre de 2019’, da qual 20 projetos compuseram uma agenda de março a junho. Agora, está em andamento o resultado da ‘Convocatória para Ocupação de Pauta da Sala do Coro do TCA – 2º Semestre de 2019’, com 23 realizações artísticas de julho a dezembro.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑