Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Dólar em alta, Bolsa em queda - especialistas comentam

Bolsa volta a crescer após operar durante toda a manhã em baixa - um dia após o tombo de 7% registrado. Enquanto isso, o dólar continua subindo, e chegou a atingir R$ 4,50 na manhã desta quinta-feira. Os impactos do coronavírus - com a confirmação do primeiro paciente diagnosticado com a doença no Brasil - seguem refletindo no mercado financeiro.

Para o chefe de renda variável da Vero Investimentos, Fabio Galdino, empresas ligadas às negociações internacionais devem continuar sofrendo com a crise global causada pela doença. "A nossa visão é de que as empresas que tenham suas atividades relacionadas com a atividade global devem continuar sendo penalizadas pela falta de visibilidade. Vale ressaltar que os indicadores econômicos não refletem esta piora do mercado. Empresas ligadas a economia doméstica devem manter as expectativas de crescimento e resultado", analisa.

Segundo ele, o fluxo de investidores negociando suas posições continua a pressionar as cotações na Bolsa. "Esperamos acomodação dos preços nos próximos dias. O momento é de observação para a tomada de qualquer decisão."

Apesar da instabilidade no mercado, ainda é possível tirar proveito da valorização do dólar. Sócio da Vero Investimentos, o assessor Eduardo Akira apontou algumas estratégias de investimentos para aproveitar este momento. Ele alerta que a volatilidade da moeda norte americana é alta, por isso é preciso uma diversificação na carteira para diminuir as chances de perda.

“Para aproveitar a alta do dólar, colocamos uma parcela em fundos de investimentos no exterior, que podem ser de renda fixa ou multimercado, e até de renda variável que possuam variação cambial. Outro ativo que podemos buscar para são os fundos cambiais puros, comprados em até 80% de contratos de dólar futuro que vão ter a variação da moeda.”

Akira ressalta que, mesmo em momentos de desvalorização do real, é importante manter investimentos no câmbio. “Mesmo desvalorizando no futuro, as aplicações no dólar servem como uma reserva de valor, funcionam como contraposição aos ativos locais.”


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑