Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Obras de construção do Parque Pedra de Xangô começam nesta sexta-feira (7)

Começam nesta sexta-feira (06) as obras de construção do Parque Pedra de Xangô, na Avenida Assis Valente, s/n - Fazenda Grande II. Serão executadas, além das edificações, intervenções de urbanização, pavimentação e drenagem. O projeto é coordenado pela Fundação Mário Leal Ferreira. O prefeito ACM Neto assina a ordem de serviço às 9h30, em solenidade no próprio local onde está o monumento natural. 


Dona de um simbolismo cultural e religioso de fundamental importância para a identidade cultural de Salvador, a Pedra de Xangô está envolvida por uma vegetação remanescente de Mata Atlântica, que reforça o caráter sagrado do local. A proposta para a construção do parque visa a preservação do patrimônio e atende a uma forte mobilização da sociedade civil, especialmente dos estudiosos e adeptos das religiões de matriz africana.


O projeto busca criar um suporte adequado e uma espacialidade flexível, que possa adequar-se aos diversos formatos possíveis. Haverá um espaço destinado para exposições com elementos simbólicos das religiões de matrizes africana e indígena, trilhas a céu aberto e anfiteatro, tudo com o uso de materiais de baixo impacto ambiental e de alto valor ecológico. Também estão previstos auditório, área administrativa, sanitários e estabelecimentos comerciais voltados para o parque. Além disso, o projeto propõe trazer de volta o espelho d’água que circundava a pedra.


Intervenções previstas no PDDU - A área das intervenções urbanísticas envolvem 67.163,06m², contemplando a criação da via de monitoramento e o desvio da Avenida Assis Valente, criando no entorno da Pedra de Xangô uma zona de amortecimento paisagístico. Para execução de obras para urbanização estão previstos serviços de terraplanagem, drenagem, pavimentação do sistema viário e da praça, paisagismo, construção de arquibancadas, escadas, pontilhões e vertedouro, além da instalação de equipamentos e mobiliários urbanos.


As edificações ocuparão uma área de 546,30m², oferecendo espaços para exposições, auditório, área administrativa, sanitários, lanchonete e loja. Vale lembrar que o parque foi criado no novo PDDU, de 2016, por sugestão da Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis). Ele também é uma das 7 áreas de lazer que serão entregues até 2020 pela Prefeitura, através do programa Salvador Capital da Mata Atlântica.


Reuniões – Foram realizadas três reuniões públicas participativas para apresentação e aprovação do projeto do Parque de Bairro Pedra de Xangô na Prefeitura-Bairro de Cajazeiras, em 2018 e 2019. Nas reuniões, foram apresentados um diagnóstico da situação atual e o projeto básico preliminar, onde estão propostas diversas intervenções.


O local, que está dentro da Área de Proteção Ambiental do Vale da Avenida Assis Valente e Parque em Rede Pedra de Xangô, ganhará ainda espaços de convivência, ampliação do bosque sagrado e salas para o desenvolvimento de ações de educação ambiental.  


Tombamento – Em maio de 2017, por meio da Fundação Cultural Gregório de Matos (FGM), oficializou-se o tombamento da Pedra de Xangô e da área considerada sítio histórico do antigo Quilombo Buraco do Tatu. A Pedra de Xangô é o terceiro monumento protegido pela Prefeitura com base na Lei de Preservação do Patrimônio Cultural do Município (8.550/2014).

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑