Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 16 de abril de 2020

Mandetta é demitido do Ministério da Saúde por Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro demitiu o médico e ex-deputado Luiz Henrique Mandetta do Ministério da Saúde nesta quinta-feira (16). O oncologista carioca Nelson Teich aceitou convite e vai assumir a pasta. Mandetta deixa o comando da Saúde em meio à crise sanitária e econômica causada pela pandemia do novo coronavírus no Brasil e com aprovação de 76% da população ao seu trabalho desenvolvido na Saúde, segundo pesquisa Datafolha. Ele permaneceu no ministério por um ano e três meses.

O desligamento de Mandetta ocorre após semanas de desgaste, que só piorou após uma entrevista dele ao programa Fantástico, da TV Globo, no domingo (12), quando criticou a falta de um discurso único do governo. "Brasileiro não sabe se ouve o presidente ou o ministro", disse, na ocasião.

O agora ex-ministro foi ao Twitter para confirmar a sua demissão. " Quero agradecer a oportunidade que me foi dada, de ser gerente do nosso SUS, de pôr de pé o projeto de melhoria da saúde dos brasileiros e de planejar o enfrentamento da pandemia do coronavírus, o grande desafio que o nosso sistema de saúde está por enfrentar", escreveu.

Bolsonaro tinha uma série de nomes cotados para assumir a pasta, como o ex-ministro Osmar Terra e a médica Nise Yamaguchi, que ganharam muita força ainda depois das primeiras divergências entre o presidente e Mandetta. Mas, atualmente o nome mais forte para assumir o ministério é o de Nelson Teich, médico oncologista que se reuniu com Bolsonaro nesta quinta-feira (16).

Mandetta e Bolsonaro estavam em rota de colisão desde o início da pandemia de coronavírus. O agora ex-ministro defendeu a adoção dos protocolos de isolamento social aos moldes do praticado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e que atinge toda a população. Já Bolsonaro é favorável ao chamado isolamento vertical, quando apenas idosos e pessoas de grupos de risco têm sua circulação restrita. O presidente sempre externou seu descontentamento com os impactos da política de restrição na economia.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑