Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 18 de junho de 2020

Salvador: Escola do Mecânico doará 300 bolsas de estudos na área de Mecânica

O curso “Viver de Mecânica – Primeiro Módulo” é 100% EAD e ensina a instalar película automotiva, bem como a diagnosticar e resolver algumas falhas elétricas, ambos serviços que podem ser realizados até mesmo na casa do novo mecânico. Além das 300 bolsas, a cada nova matrícula pagante realizada até julho nas Escolas do Mecânico será doada outra bolsa para o curso EAD



Escola do Mecânico: cursos presenciais e, agora, também à distância



São Paulo, 16 de junho de 2020 – Inúmeras reportagens já mostraram: carros parados durante a quarentena podem apresentar problemas. E, depois desse período, as oficinas tenderão a ficar mais cheias – o que necessitará de mão de obra especializada. Na contramão, a crise brasileira infelizmente gerará o desemprego e mais pessoas precisarão de qualificação para conseguir as vagas que surgirão ou para empreender. Unindo esses dois fatores, a Escola do Mecânico, que oferece ensino profissionalizante qualificado nas áreas de mecânica automotiva, de motocicleta e caminhões, criou um curso para homens e mulheres, de todas as idades, que desejam ingressar no ramo: é o Vivendo de Mecânica – Primeiro Módulo.

Com conteúdo 100% EAD, o Vivendo de Mecânica – Primeiro Módulo pode ser realizado onde o aluno estiver, bastando estar conectado à internet. Ele ensina dois serviços básicos: instalação de película automotiva (o famoso insulfilme para os vidros) e diagnóstico e reparo de falhas elétricas básicas, aquelas mais comuns. “A ideia desse curso é fazer com que o (a) novo (a) profissional consiga rapidamente iniciar sua carreira na mecânica, gerando renda imediata. Ele (a) pode conseguir emprego ou ser freelancer, trabalhando em casa ou oferecendo seus serviços a terceiros”, comenta Sandra Nalli, fundadora da Escola do Mecânico.

Ela conta que esse curso foi desenvolvido para ajudar quem precisa começar a trabalhar de uma forma rápida, em casa. Por isso mesmo, a rede Escola do Mecânico, que tem 30 escolas em São Paulo, Bahia, Pernambuco, Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, doará 300 bolsas de estudo, 100% EAD, a alunos que não tiverem condições de arcar com o valor do curso Vivendo de Mecânica – Primeiro Módulo. “Foi a forma que encontramos de continuar no propósito que sempre tivemos, que é gerar emprego e renda aos nossos alunos”, enfatiza.

Como funcionarão as doações

Qualquer pessoa maior de 16 anos pode se candidatar a uma bolsa, acessando o seguinte link: https://materiais.escoladomecanico.com.br/movendovidas. Os candidatos contarão suas histórias, que passarão por um comitê interno da Escola do Mecânico e serão avaliadas pelo critério de necessidade. “A ideia é eleger pessoas que não possam pagar pelo curso presencial, que realmente precisem da bolsa e queiram estudar. E é contando suas histórias que elas concorrerão às bolsas”, informa Sandra.

Os candidatos à bolsa serão avaliados pela direção da Escola do Mecânico a partir de um questionário, que será respondido no ato da inscrição. Serão escolhidos os alunos que desejam a qualificação, mas que não conseguem pagar por ela neste momento. A Escola do Mecânico não levará em conta indicações de alunos ou funcionários e nem privilegiará pessoas por quaisquer outros critérios. “Manteremos as doações até quando houver bolsas disponíveis. Como o curso é EAD, podem participar pessoas de todo o Brasil”, diz Sandra Nalli.

São 300 bolsas de estudo garantidas, para pessoas de todo o Brasil. Além delas, a cada nova matrícula pagante realizada em curso presencial ou semipresencial em uma das 38 Escola do Mecânico gerará outra bolsa, no Vivendo de Mecânica, EAD.

Emprega Mecânico – ação social permanente da Escola do Mecânico







Quando foi fundada, em 2011, a Escola do Mecânico tinha uma missão: mudar a vida das pessoas, por meio da educação e empregabilidade. De lá para cá, a marca cresceu e muitos profissionais passaram por suas escolas. Nasceu, também a ideia de criar o Adote um Aluno, um projeto paralelo no qual empresas e pessoas físicas podem custear o ensino de mecânica a um jovem carente.

Depois, veio o Emprega Mecânico, que conecta os alunos e ex-alunos a vagas em empresas do setor automotivo. “A ideia é auxiliar o aluno na colocação e recolocação profissional, bem como ajudar as empresas a encontrarem os profissionais certos, bem qualificados”, diz Sandra.

Os projetos cresceram e, atualmente, o banco de vagas do Emprega Mecânico – que está disponível no site empregamecanico.com.br ou em um app para smartphone – conta com mais de 200 vagas ativas, distribuídas em diversas cidades brasileiras. “O processo é simples: nossos alunos se cadastram e as empresas, também. Surgindo as vagas, eles podem se candidatar a elas e passar pelo processo seletivo. As empresas também podem procurar profissionais no banco de currículos, que fica disponível online”, informa Sandra.

No Emprega Mecânico, há vagas para profissionais de mecânica de autos, motocicletas e caminhões, nas mais diversas especialidades, como instalador de som e acessórios, auxiliar de mecânico, mecânico de automóveis, técnico mecânico, orçamentista, técnico de ar-condicionado automotivo, aplicador de insulfim, auxiliar administrativo para centro automotivo, mecânico diesel, mecânico de motocicletas, entre outras.

Para se candidatar a uma vaga ou anunciar uma oportunidade, é preciso acessar o site: empregamecanico.com.br



Adote um aluno: uma ação social para gerar emprego e renda

Sandra Nalli sempre acreditou que a melhora da vida das pessoas passa pela Educação, geração de emprego e renda. Por isso, quando criou seu projeto social – antes mesmo de fundar a Escola do Mecânico – ela queria ensinar meninos da Fundação Casa a ter uma profissão. “Minha ideia era mostrar a eles um universo novo, com oportunidade de melhoria de vida, para que entendessem que estudar e trabalhar dignifica o ser humano”, lembra.

Ao criar a Escola do Mecânico, ela também criou o Adote um Aluno, projeto no qual empresas e pessoas físicas podem custear o ensino de um (a) jovem carente. “Já temos empresas participando do Adote um Aluno, inclusive dando emprego a eles, pelo Emprega Mecânico, posteriormente. É incrível como os alunos valorizam a oportunidade oferecida e mudam suas vidas. Estamos muito felizes com o projeto”, comenta.



Conheça a Escola do Mecânico

A Escola do Mecânico é uma rede de escolas de formação profissional prática em mecânica de automóveis e motocicletas que nasceu de um projeto social de sua franqueadora, Sandra Nalli. A empreendedora fundou a marca a partir de um voluntariado que realizava com meninos da Fundação Casa, em Campinas. Especialista em serviços automotivos, Sandra ministrava aulas de mecânica a meninos em situação de risco e, ao alugar uma sala com essa finalidade social, viu-se procurada por pessoas que desejavam participar de seus cursos, como alunos pagantes. “Foi assim que nasceu a Escola do Mecânico, meio que por acaso, e nunca abandonamos o intuito de mudar a vida das pessoas por meio da capacitação delas para o mercado de trabalho, tão carente de mão de obra qualificada”, lembra a franqueadora.

Atualmente, são 30 Escolas do Mecânico, sendo três delas próprias e 27 franqueadas. Ao passar pelo processo de seleção, o franqueado precisa identificar-se com a missão e os valores da empresa, que são bastante claros quanto ao seu papel social. “Nós valorizamos pessoas e é por elas que trabalhamos. Nosso maior orgulho é de ver relatadas as histórias de sucesso e superação de nossos alunos, que conseguem mudar suas vidas a partir dos cursos que ministramos”, comenta Sandra.

Rentabilidade acompanha os projetos sociais

A Escola do Mecânico desenvolve inúmeras campanhas de cunho social durante o ano e mantém dois projetos fixos: o Adote um Mecânico e o Emprega Mecânico. Por meio de um aplicativo, o Emprega Mecânico liga o aluno a vagas de emprego disponíveis nas cidades nas quais há escolas.  Já o Adote um Mecânico consiste em uma parceria com empresas e pessoas físicas convidadas a patrocinar o acesso de estudantes carentes a cursos profissionalizantes.

Porém, a franquia também é um negócio lucrativo e que entrega: além da transferência de know-how, a franqueadora dispõe de cursos e materiais atualizados, parcerias com fornecedores e empresas automotivas, que proporcionam aos alunos palestras, visitas às fábricas, equipamentos e peças originais, além de manuais técnicos atualizados; suporte e treinamentos constantes; novos cursos e tecnologias, entre outros benefícios ao franqueado. “Temos um modelo de gestão em que o franqueado participa ativamente, como parte estratégica do negócio. Alguns colaboradores da franqueadora, inclusive, tornaram-se nossos franqueados e operam muito bem, com desempenho surpreendente”, orgulha-se Sandra.

Planos para 2025

Atualmente, a rede conta com 30 escolas, em Campinas (SP, com duas unidades); Salvador (BA); São Paulo (SP, com quatro unidades); Sorocaba (SP); Ribeirão Preto (SP); Sumaré (SP); Jundiaí (SP); Americana (SP); Santo André (SP); S. Bernardo do Campo (SP); Guarulhos (SP); Piracicaba (SP); Limeira (SP); Santos (SP); S. José do Rio Preto (SP); S. José dos Campos (SP); Curitiba (PR); Recife (PE); S. José (SC); Mogi Guaçu (SP); Mogi das Cruzes (SP); Hortolândia (SP); Osasco (SP); Uberlândia (MG) e Navegantes (RS).

A Escola do Mecânico também busca a excelência. Parcerias com marcas especializadas no setor automotivo, que podem aprimorar o conhecimento e oferecer melhores cursos e capacitações, faz parte do cotidiano da rede. Atualmente, a Escola do Mecânico oferece os cursos de Linha Leve, Linha Pesada e Motocicletas. A empresa possui um Centro de Capacitação Profissional com capacidade para atender 900 alunos.

Em Linha Leve, são oferecidos cursos de: Mecânica Automotiva Completa; Elétrica e Injeção Eletrônica; Motor Ciclo Otto e Transmissão Manual; Sistema de Rodagem, Suspensão e Freios; Instalação de Som e Acessórios Completo; Lubrificação e Troca de Óleo; Mecânica para Mulheres; Ar-condicionado Automotivo; Alinhamento de Direção 3D, Computadorizada e a Laser; Gestão de Negócios para o Segmento Automotivo; Consultor de Vendas Automotivas.

Em Linha Pesada, são oferecidos cursos de: Motor Ciclo Diesel; Eletricidade e Gerenciamento Diesel; Mecânica de Empilhadeira a Combustão e Princípios de Empilhadeira Elétrica.

Em Motocicletas, são oferecidos cursos de: Mecânico de Motocicletas Completo; Elétrica e Injeção Eletrônica de Motocicletas e Mecânico de Motocicletas Alta Cilindrada.

A cada ano, novos cursos são implantados, atendendo a necessidades do mercado, e mais pessoas conseguem emprego e geram renda. “Mudar vidas requer um esforço considerável, mas nós estamos no caminho certo. E, nos próximos anos, queremos impactar ainda mais pessoas, em outros pontos do País, porque o mercado é grande e há muita necessidade de mão de obra. Já temos alunos atuando até internacionalmente e sabemos que é possível conquistar espaço quando a Educação é o maior objetivo. Pessoas que pensam da mesma maneira são bem-vindas ao nosso convívio e empreendimento e, sem dúvida, teremos sucesso juntas”, finaliza a empreendedora.



Serviço



A Escola do Mecânico de Salvador fica na Av. Sete de Setembro, 1451 - Campo Grande. Os telefones são: (71) 3043-8283 e (71) 99412-2000. www.escoladomecanico.com.br


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑