Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Adolescente planeja trabalhar como Baiana de Acarajé para pagar curso de Enfermagem

 Empreendedorismo: após fazer Oficina de Gastronomia na Fundac, adolescente planeja trabalhar como Baiana de Acarajé para pagar curso de Enfermagem


  


A adolescente, V.J.S, já sabe que profissão vai seguir após cumprir medida socioeducativa na Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac), vinculado à Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social. Depois de ter acesso à Oficina de Gastronomia, promovida pelo órgão, ela aprendeu sobre o preparo dos quitutes locais e sobre o ofício desempenhado pelas Baianas de Acarajé, em Salvador. Ao sair, o desejo da jovem é empreender na área e, com a renda, custear curso de Enfermagem.


O sonho da jovem está cada vez mais próximo de se tornar realidade. Como atividade prática da Oficina de Gastronomia, a adolescente sentiu um pouco do ‘gostinho’ de ser Baiana por um dia. Supervisionada pela instrutora Luanda Oliveira, V.J.S realizou o preparo da massa e dos acompanhamentos, e serviu os quitutes para as demais educandas, dirigentes e integrantes das equipes técnicas da Comunidade de Atendimento Socioeducativo (Case) Feminina.


“Esse curso, para mim, foi muito bom porque eu sempre quis ser empreendedora de Acarajé. Quando cheguei (na Fundac), eu fiz o curso de gastronomia e fui evoluindo. Hoje, foi o dia de eu fazer uma atividade prática e está valendo a pena, pois eu gosto de atender ao público e tratar bem as pessoas, além de gostar de fazer acarajé. E, com essa renda, eu pretendo fazer uma faculdade de Enfermagem”, afirmou.


Para a instrutora da atividade, a educanda está apta para desempenhar o ofício de Baiana de Acarajé. “Ela está pronta para, quando cumprir a medida socioeducativa, poder colocar esse sonho em prática”, destacou Luanda Oliveira.


Estímulo ao Empreendedorismo


Assim como V.J.S, outros adolescentes e jovens que cumprem medida socioeducativa na Fundac aprendem, diariamente, diversos ofícios e são estimulados a empreenderem durante oficinas como a de jardinagem, artes e esportes, dentre outras. “Ações pedagógicas, como essas, são de grande importância para o desenvolvimento dos nossos educandos, nos cursos de profissionalização da Fundac”, explica a coordenadora pedagógica da Case Feminina, Carolina Bastos.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑