Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Dia Internacional da Igualdade Feminina: presença de mulheres na construção civil


 26 de agosto - Dia Internacional da Igualdade Feminina: presença de mulheres na construção civil cresceu 120% em 12 anos


Empreendedoras provam que sucesso profissional não depende de gênero, mas sim de competência




26 de agosto é o dia que se celebra o Dia Internacional da Igualdade Feminina, em alusão à ratificação da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão a 26 de agosto de 1789, na França. Esta data comemora as conquistas das mulheres na sociedade ao longo da história, na luta por condições de igualdade entre géneros.


Em outubro passado, a competência feminina extrapolou os limites terrenos – ou terráqueos, para ser mais preciso –, quando as astronautas Christina Koch e Jessica Meir realizaram a primeira caminhada no espaço composta só por mulheres. A conquista da dupla foi mais uma prova de que não existe papel profissional – seja na Terra ou no espaço – que não possa ser exercido pelas mulheres.


Segundo o IBGE, a presença de mulheres na construção civil cresceu 120% em 12 anos (2007-2019), mas já fazem 14 anos que a arquiteta paulistana Bárbara Kemp comanda a Kemp Projetos e Gerenciamento de Obras, empresa que coordena a execução de centenas de trabalhos de engenharia e arquitetura realizados de forma simultânea. Em um ambiente tradicionalmente masculino, Bárbara é o principal pilar da companhia, que fundou ao lado do marido, Rogério Moraes, e que hoje conta com cerca de 150 colaboradores.


 



Bárbara Kemp


Formada em Arquitetura e Urbanismo pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, Bárbara tem uma relação com a construção que antecede a própria formação. Passou a se interessar pelo setor ainda na infância, quando acompanhava o trabalho dos tios em obras na Praia Grande. Apesar de a mãe sugerir que fizesse o curso Técnico em Telecomunicações, ela optou pelo Técnico em Edificações. “Eu queria fazer parede, instalações na prática. A arquitetura foi uma consequência disso. Nas obras do tio, ajudava a separar cacos de cerâmica. Cortava os dedos, mas adorava”, relembra.


Na Kemp, o perfil determinado da diretora norteia o trabalho da equipe. Muito à vontade com planejamentos e processos, ela consegue foco dos colaboradores, além de organização e transparência. Isso não quer dizer que, na correria do dia a dia, a empresária não abra espaço para a descontração. Pelo contrário, o ambiente acolhedor, amigável e solidário é uma peça-chave nos pilares da Kemp. “Sempre buscamos um ambiente divertido para equilibrar com a pressão de prazos e pedidos de clientes”, diz Bárbara. 


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑