Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Ciave: 40 anos a serviço da vida será tema de webinar na noite de hoje


Os 40 de fundação do Centro de Informação e Assistência Toxicológica da Bahia - CIATox-BA (Centro de Informações Antiveneno/(Ciave), órgão da Secretaria da Saúde do Estado, que estão sendo comemorados com uma série de lives, terão continuidade hoje (31), às 19 horas, com uma "webinar" sobre o tema "40 anos do Ciave-Ba a serviço da vida". O centro, foi cuja data de inauguração foi 30 de agosto, contabiliza mais de 213 mil atendimentos de exposição humana a agentes tóxicos.


A atividade de hoje terá as seguintes abordagens: "Breve contextualização histórica dos Centros Antiveneno: da Europa à América Latina", tendo como expositor o médico Luiz Augusto Cassanha, ex-diretor do Ciave e pesquisador da Fiocruz; "A importância dos CIAtox para a Saúde Pública", a cargo do médico toxicologista Daniel Rebouças, ex-diretor do centro; "A rede de CIAtox e a Abracit, a cargo do farmacêutico Jucelino Nery, diretor do CIATox-Ba, e "A intoxicação na tentativa de suicídio", tendo cmo expositora a psicóloga Soraya Carvalho, coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas do Suicídio (NEPS).

O acesso às atividades será através do link https://bit.ly/ciave40anos


O CENTRO

Contando com uma equipe multiprofissional, com biólogos, enfermeiros, farmacêuticos, médicos, médicos veterinários, psicólogo e terapeutas ocupacionais, o CIATox-BA é o único serviço do gênero no estado. Por estar localizado em um hospital geral, o Roberto Santos, a equipe do serviço mantém sua expertise, propiciando um atendimento especializado e embasado no conhecimento prático, sendo um centro de informação e assistência toxicológica de referência para o país, considerado modelo pela Organização Panamericana de Saúde (OPAS) para os países em desenvolvimento.

No serviço, durante o ano passado, foram atendidos 9.702 casos de exposição humana a agentes tóxicos. Esse ano, até agora foram registrados 4.844 atendimentos de casos de intoxicação por diferentes agentes, com maior incidência por animais peçonhentos (2.821), medicamentos (817), animais não peçonhentos (180), agrotóxicos (164), produtos domissanitários (155), produtos químicos (139) e raticidas (82).

Ascom Sesab

fotos: Mateus Pereira/GovBa

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑