Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Lixo residencial é 7% maior durante a pandemia do novo coronavírus

Limpurb registra ainda crescimento de 5% na coleta de entulhos na cidade


Com a pandemia do novo coronavírus e as medidas de isolamento social, as pessoas passaram a ficar mais tempo em casa e, com isso, a produzir mais lixo. Além disso, muita gente aproveitou o momento, bem como os auxílios sociais, para efetuar pequenas reformas residenciais, gerando mais entulho. 


Desde o início do isolamento social, em março, a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) identificou um aumento de 7% na coleta lixo domiciliar e 5% referente à retirada de entulho na cidade. ⁣⁣A comparação foi realizada entre os meses de março a julho de 2020 e 2019. 


Atualmente, a Limpurb está coletando, em média, três mil toneladas de resíduos domiciliares e 2,5 mil de entulho por dia. A frota da empresa conta com 144 compactadores e cerca 800 agentes de limpeza. Ao todo, são realizadas cerca de 375 viagens diárias para o recolhimento somente do lixo domiciliar em toda a cidade. 


"Acreditamos que, em função da pandemia e do isolamento, as pessoas ficam com o tempo mais livres e tendem a consumir mais, produzindo mais lixo, além de aproveitarem o tempo em casa para fazer pequenas reformas. Então, acabam descartando o entulho e lixo até de maneira irregular e de forma desordenada nas ruas, o que causa muito trabalho para nós", afirma o presidente da Limpurb, Leonardo Oliveira.


Tempo em casa – Em isolamento social, a dona de casa Cláudia Ribeiro, de 39 anos, contou que o confinamento com a família ocasionou a produção de mais resíduos domiciliares. "Agora, com a rotina alterada, todos estão em casa. Estamos consumindo mais e a produção de lixo aumentou além do que era normal. Antes da pandemia, todos saiam cedo para trabalhar ou estudar. Agora é o tempo todo em casa", conta.


Luiz Oliveira, de 30 anos, é auxiliar administrativo e está fazendo home office durante a pandemia. Ele diz que a quantidade de pessoas em casa com o tempo livre contribuiu para o aumento da produção de resíduos na residência. "Na minha casa tem três crianças e mais três adultos, todos cumprindo o isolamento. O normal era a gente produzir no máximo três sacos de lixo. Hoje, descartamos de seis a sete sacos no carro coletor".


Recomendação  – Para que não haja acúmulo de lixo ou entulho de forma desordenada, o que pode inclusive facilitar o surgimento de doenças, a Limpurb recomenda que as pessoas descartem o material sempre no local indicado, no horário próximo de passagem do carro de coleta. Para os locais que possuem caixas coletoras para resíduos de entulho, o indicado é que os materiais sejam descartados dentro desses compartimentos, de forma ordenada. O entulho nunca deve ser deixado na rua. 


Outras ações –Além de atuar nas ações e serviços de limpeza em geral da cidade, a Limpurb também está trabalhando no combate ao coronavírus. A pasta conta com uma equipe de 85 agentes efetuando a higienização nas estações de transbordo de ônibus e metrô, bem como nas ruas, inclusive nos bairros com medidas restritivas regionalizadas. Até agora, mais de 40 localidades já foram contempladas em mil ações de higienização.


O trabalho se estende também aos pontos com maior concentração de pessoas e conta com 19 equipamentos voltados para desinfecção e higienização da cidade, como caminhões-pipa com água, sabão e solução com hipoclorito, além de trator, veículo pulverizador e bombas costais, dando suporte às secretarias municipais no combate à Covid-19.


Fotos: Jefferson Peixoto/Secom


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑