Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 11 de setembro de 2020

Retomada da Arena Aquática prioriza atletas competidores

 


Após quase seis meses sem aulas presenciais, parte dos alunos da Arena Aquática de Salvador, situada no bairro da Pituba, retomou as atividades nesta quarta-feira (9). Por conta dos protocolos para a prevenção do coronavírus, a capacidade atual do espaço passou a ser de 90 pessoas, 60% da quantidade total de atletas de alta performance da arena, que é de 145.


Seguindo o protocolo de segurança, as aulas passam a ocorrer de segunda a sexta, das 6h às 18h, e aos sábados, das 6h às 10h. São 50 minutos de atividades por turma. São seis turmas no total, sendo três em cada turno.  


Na volta ao treino, os alunos foram unânimes ao relatar a alegria e segurança em poder iniciar as atividades práticas. “Achei muito bem feito, está bem seguro, eles estão fazendo umas marcas no chão para manter a distância. Durante o treinamento, uma pessoa fica em cada raia. O período de aula virtual foi bem legal, mas eu prefiro a piscina”, contou Juan Pablo Sena, de 11 anos.


O engenheiro civil Eduardo São Pedro Alves, 46, disse estar confiante. “O processo todo está sendo bem organizado, desde a entrada. Os professores estão nos orientando bem e eu estou me sentindo seguro. Para mim, foram muito difíceis esses meses de suspensão das aulas. Passei cinco meses parado, acabei engordando nove quilos e está sendo duro o recomeço, mas estamos com muita energia e confiante nesse momento”.


Pais que levaram os filhos para as aulas de natação também elogiaram a organização. “Estou achando o máximo, porque, ao menos, tira a ociosidade das crianças, sem deixar de dar atenção a todas as medidas e protocolos estabelecidos pela Prefeitura, é claro. Estou achando as aulas excelentes e bem seguras. Está sendo restrito o acesso de terceiros, só o atleta entra e com todas as medidas de distanciamento", opinou Marcelo Santana, de 39 anos, pai de Artur Santana.


Critérios – Segundo Edvaldo Valério, gerente de Esportes Aquáticos da Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel), nesse momento em que não foi possível que todos voltassem, foi preciso a adoção de alguns critérios para a retomada. “Priorizamos o retorno de atletas de alta performance, alunos que já tenham representado a Arena Aquática em alguma competição esse ano ou que tenham participado de mais eventos em 2019, por exemplo”.


Ele espera que, conforme os índices de pessoas infectadas por Covid-19 for baixando e a Prefeitura faça flexibilizações, mais alunos possam ser atendidos. “Acreditamos que o próximo passo será ter duas pessoas por raia em cabeceiras opostas. Nesse caso, conseguiremos ampliar o número atual, que é hoje de 15 alunos por hora, para 30 por hora, absorvendo todos os 145 atletas”, disse.


Cuidados – Para garantir o distanciamento social, as aulas estão sendo realizadas coletivamente, com o limite de até 15 atletas e distanciamento de dois metros entre cada um deles. Além disso, como medida preventiva, todos devem utilizar máscara enquanto não estiverem na água.


O espaço também está disponibilizando álcool em gel 70% para os alunos e professores e tem passado por higienização e limpeza constantes de ambientes e superfícies.


Virtual – Além dos 145 atletas de alta performance, a Arena Aquática de Salvador conta com outros 255 alunos de iniciação, natação e hidroginástica. No total, são 400 alunos ativos nas modalidades de natação e hidroginástica. Aqueles que não puderam retomar as aulas presenciais nesse momento, por questão de segurança, podem continuar assistindo as aulas on-line com orientação de exercícios funcionais por meio do Google Meet. A plataforma pode ser acessada gratuitamente em computadores, tablets e celulares. 


Fotos: Jefferson Peixoto/Secom



--


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑