Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Assistência farmacêutica cumpre papel importante durante pandemia


Todo mês é a mesma rotina. Dona Vilma Carvalho, 77 anos, deixa a residência com bolsa e chapéu para proteção contra a luz solar direta. O destino é sempre o mesmo: a Prefeitura-Bairro Itapuã/Ipitanga, onde a aposentada e avó de cinco netos faz “a feirinha” na farmácia da unidade. “É um serviço maravilhoso. Aqui encontro meus medicamentos, sempre disponíveis e, melhor de tudo, gratuitos. O único trabalho que tenho é essa caminhada de poucos minutos e pronto”, brinca.


Assim é a rotina de centenas de soteropolitanos atendidos nas diversas unidades de distribuição de medicamentos geridas pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS). Dessa forma, Salvador celebra, nesta quarta-feira (20), o Dia do Farmacêutico, profissional que desde a antiguidade é um dos primeiros a prestar assistência à população e que, em tempos de pandemia, tem sido essencial na distribuição correta de medicamentos e orientação aos cidadãos, em meio a dúvidas e informações conflitantes.



A rede municipal conta com 185 farmácias em unidades de saúde distribuídas nos 12 distritos sanitários, onde atuam 105 farmacêuticos. O serviço de Farmácia atua de maneira transversal e, por isso, é dividido em diversos níveis de atenção à saúde. Na atenção primária, as farmácias estão presentes em Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades de Saúde da Família (USFs), Centros de Saúde Mental (CAPS Adulto, Infantil e Álcool e Drogas), Pronto Atendimentos Psiquiátricos (PAs), Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Farmácias nas Prefeituras-Bairro. 


Já na área de atenção especializada, a dispensação de medicamentos para tratamento de HIV e hepatites ocorre em unidades como o Semae (Serviço Municipal de Assistência Especializada), SAE (Serviço de Atenção Especializada) e Dispensadora de Medicamentos (UDM), além da Farmácia do Hospital Municipal. 


Informações seguras – O coordenador da Assistência Farmacêutica do município, Bruno Viriato, destaca que, durante a pandemia do novo coronavírus, os profissionais do setor desenvolveram um papel importante, em sintonia com a equipe multidisciplinar, no processo de cuidado quanto ao excesso de informações divulgadas nas mídias digitais. “Através desse exercício profissional, é possível acolher a população com informações seguras, baseadas em evidências científicas sobre o uso de medicamentos, além de orientar a utilização correta, prevenindo erros de medicação e promovendo o uso racional de medicamentos”, declara. 


Números – Os dados do Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) apontam que, em 2019, 937.201 usuários foram atendidos nas farmácias da rede municipal de Salvador, média aproximada de 3.676 pacientes/dia. Enquanto isso, foram contabilizadas 1.732.181 receitas atendidas neste mesmo ano, com média de aproximadamente 6.793 receitas/dia. Ainda em 2019, foram dispensados 210.741.183 entre unidades de comprimidos, cápsulas, frascos e bisnagas de medicamentos nas farmácias da rede municipal.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑