Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Desfile da imagem do Senhor do Bonfim ocorre de forma tranquila


 Prefeitura garante apoio a festa com o envolvimento de diversos órgãos



A Prefeitura montou uma estrutura especial para garantir a passagem da imagem peregrina do Senhor do Bonfim, na manhã desta quinta-feira (14), com segurança e sem aglomerações. Logo nas primeiras horas da manhã, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) fez um bloqueio físico no início da Colina Sagrada, no Bonfim, para evitar a passagem de veículos. Apenas aqueles oficiais e de imprensa tiveram acesso ao local.


Por conta do bloqueio, durante toda esta quinta-feira segue proibido o estacionamento nas vagas de Zona Azul que ficam na Colina Sagrada, na Ladeira do Bonfim, no Largo do Bonfim, na Baixa do Bonfim e na Rua Teodósio Rodrigues de Faria. As ruas por onde passou a imagem do Senhor do Bonfim não foram interditadas. Os agentes da Transalvador atuaram apenas para garantir a fluidez da caminhonete do Corpo de Bombeiros com a imagem peregrina.


Cerca de 40 agentes de trânsito em 15 viaturas e dez motocicletas atuaram na operação. O superintendente da Transalvador, Marcus Passos, afirmou que tudo ocorreu de forma tranquila. “Nenhuma ocorrência foi registrada. Nós não sabíamos como a população se comportaria, por ser uma das maiores festas do país ocorrendo sem público, mas tudo ocorreu dentro do esperado. Foi importante a conscientização da população, que respeitou o trânsito local e não causou aglomeração”.


Além do controle de acesso dos veículos, a Guarda Civil Municipal realizou o monitoramento da passagem das pessoas até a Basílica do Senhor do Bonfim para evitar aglomerações. O controle foi feito com o apoio de gradis. O diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência da GCM, Maurício Lima, também definiu a atuação da guarda como uma operação tranquila.


“Fizemos uma operação robusta, com 80 guardas civis, tendo como objetivo apoiar todos os órgãos de fiscalização da Prefeitura, como a Semop e a Sedur. A guarda fez o controle dos ambulantes desde a Conceição da Praia, ponto de saída da imagem, até a Basílica do Bonfim. Nós também ficamos responsáveis por isolar toda a igreja, contando com o apoio da Polícia Militar”, disse.


Fiscalização – O comércio ambulante esteve proibido ao longo do percurso e foi fiscalizado por agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop). Além disso, 55 agentes de fiscalização da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) vistoriaram 34 estabelecimentos, dos quais nove foram notificados na região do Comércio e Bonfim na noite de ontem e na madrugada de hoje.


Os estabelecimentos vistoriados à noite foram uma assistência técnica, uma barbearia, 20 bares, uma clínica médica, seis comércios de rua com 200 metros quadrados, uma galeria de arte, um supermercado e dois restaurantes. Na manhã de hoje, dois bares foram interditados devido ao funcionamento em horário irregular. O funcionamento de bares e restaurantes só está permitido em Salvador a partir das 12h.


Sem público – Ao contrário dos anos anteriores, não foram disponibilizados sanitários químicos durante o percurso, assim como não houve a estrutura provisória montada pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) para atendimento médico. A rotina de comércio e serviços que era afetada pelo cortejo, no perímetro onde acontecia a festa, este ano funcionou normalmente, inclusive os órgãos públicos municipais.


Fotos: Jefferson Peixoto/Secom

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑