Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 25 de março de 2021

Receita Federal apreende 173 garrafas de vinhos argentinos em Salvador

 Operações semelhantes ocorreram nos últimos dias em outras cidades do país  



A Receita Federal apreendeu nesta terça-feira (23), numa transportadora em Salvador/BA, 173 garrafas de vinho provenientes da Argentina, que entraram no país de forma irregular.  


Esse tipo de operação ocorre rotineiramente com o uso de ferramentas de análise de risco. O valor aproximado da apreensão é de R$ 34.600. 


Hoje (23), a Receita Federal fez mais uma apreensão de 114 garrafas de vinhos argentinos, numa transportadora, em Fortaleza. 


Ontem (22), foram apreendidas 120 caixas de vinho, na Rodovia Presidente Dutra, na altura de Barra Mansa/RJ, em operação conjunta com a Polícia Rodoviária Federal, e mais 200 garrafas de vinho, numa transportadora em Porto Alegre/RS. As bebidas também eram de procedência argentina. 


Na semana passada, outras 174 garrafas de vinho introduzidas no país de forma irregular foram apreendidas, na sexta-feira (19), num centro de distribuição de remessas postais em Santo Antônio do Sudoeste/PR e mais de 100 garrafas de bebidas alcoólicas diversas (uísques, vinhos, licores e vodca) de origem estrangeira, desacompanhadas de nota fiscal, foram localizadas, na terça-feira (16), em depósito de transportadora na cidade de Biguaçu, na região metropolitana de Florianópolis/SC. Nesse mesmo dia, outra carga de 500 garrafas de vinho argentino e um videOperações semelhantes ocorreram nos últimos dias em outras cidades do país  


A Receita Federal apreendeu nesta terça-feira (23), numa transportadora em Salvador/BA, 173 garrafas de vinho provenientes da Argentina, que entraram no país de forma irregular.  


Esse tipo de operação ocorre rotineiramente com o uso de ferramentas de análise de risco. O valor aproximado da apreensão é de R$ 34.600. 


Hoje (23), a Receita Federal fez mais uma apreensão de 114 garrafas de vinhos argentinos, numa transportadora, em Fortaleza. 


Ontem (22), foram apreendidas 120 caixas de vinho, na Rodovia Presidente Dutra, na altura de Barra Mansa/RJ, em operação conjunta com a Polícia Rodoviária Federal, e mais 200 garrafas de vinho, numa transportadora em Porto Alegre/RS. As bebidas também eram de procedência argentina. 


Na semana passada, outras 174 garrafas de vinho introduzidas no país de forma irregular foram apreendidas, na sexta-feira (19), num centro de distribuição de remessas postais em Santo Antônio do Sudoeste/PR e mais de 100 garrafas de bebidas alcoólicas diversas (uísques, vinhos, licores e vodca) de origem estrangeira, desacompanhadas de nota fiscal, foram localizadas, na terça-feira (16), em depósito de transportadora na cidade de Biguaçu, na região metropolitana de Florianópolis/SC. Nesse mesmo dia, outra carga de 500 garrafas de vinho argentino e um videogame Playstation 5 foram apreendidos numa transportadora da cidade de Chapecó/SC.  


A Receita Federal está atenta ao fato de que o envio de mercadorias irregulares por meio de encomendas postais ou por transportadoras tem sido uma praxe dos criminosos, não apenas dos que atuam na fronteira. Essa logística é combinada com canais de e-commerce para facilitar a comercialização e distribuição em todo o país.  


As ações de combate ao contrabando e descaminho da Receita Federal inibem a prática de crimes que geram desemprego, sonegação de impostos e concorrência desleal à indústria e ao comércio regularmente instalado, além de evitar a circulação, em território nacional, de produtos potencialmente nocivos à saúde. ogame Playstation 5 foram apreendidos numa transportadora da cidade de Chapecó/SC.  


A Receita Federal está atenta ao fato de que o envio de mercadorias irregulares por meio de encomendas postais ou por transportadoras tem sido uma praxe dos criminosos, não apenas dos que atuam na fronteira. Essa logística é combinada com canais de e-commerce para facilitar a comercialização e distribuição em todo o país.  


As ações de combate ao contrabando e descaminho da Receita Federal inibem a prática de crimes que geram desemprego, sonegação de impostos e concorrência desleal à indústria e ao comércio regularmente instalado, além de evitar a circulação, em território nacional, de produtos potencialmente nocivos à saúde. 

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑