Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 13 de abril de 2021

Professora cria avatar para interagir com alunos durante a pandemia


 Alunos da Escola Municipal São Domingos Sávio, localizada em Ondina, contam com um projeto diferente para aprender matemática em tempos de pandemia. As aulas virtuais da professora Lucyene Dantas Lima contam com o uso de avatar e cards explicativos, que vem tornando a arte de aprender a disciplina em algo divertido.

 

Segundo a professora, que leciona para alunos do 6º ano, a intenção era de estar mais perto dos jovens de 11 e 12 anos, com a intenção de diminuir o distanciamento da escola e tornar as aulas mais afetivas e estimulantes. Ela conta que queria gravar vídeos, mas tinha vergonha. Por isso, começou com o avatar nos encontros via aplicativo de mensagem, e a cada dia ela cria figurinos diferentes para a boneca.

 

“Fui percebendo que eles ficavam ansiosos em ver como eu ia aparecer, qual era a roupa do dia. Natal, Dia das Crianças, São João, eu me vestia de acordo com a data”. No Dia da Mulher, o look foi em homenagem à Maria Quitéria, heroína da independência da Bahia.

 

As aulas acontecem de segunda a quarta, sempre no turno da tarde, das 14h às 17h. São três turmas com 30 alunos cada, totalizando 90 estudantes. A Pró Lu, como é chamada, salientou que o distanciamento não é a mesma coisa de estar em sala de aula, mas qualquer forma de aprendizagem para que eles possam entender o conteúdo, é efetiva. A professora, inclusive, lança toda quarta-feira um quiz interativo com temas diversos, como a tabuada, no aplicativo Google Forms.

 

“Eu busco atingir eles não só com conteúdo, mas também com brincadeira, com jogos. O mais importante de tudo é o afeto, eles verem que eu estava ali sofrendo com eles por estar distante. Mas eles me fortaleciam, me deixavam felizes”, comentou a professora.

 

A aula começa com a chegada do avatar, que orienta os alunos em relação ao conteúdo. A pandemia é abordada com cards e figurinhas especialmente elaborados, pois Lucyene também assiste alunos com deficiência. A professora aproveita ainda para mandar vídeos do YouTube, tornando a aula mais lúdica e reforçando o conteúdo das aulas que eles assistem na televisão.

 

A boneca é criada e editada em um aplicativo chamado Avatoon. Lá, a docente conseguiu criar uma figura virtual com características similares a ela e que usa a voz da professora. “Não tenho dúvida que eles aguardam ansiosos cada atividade que vai começar. Você não sabe a felicidade que é ter os alunos ali assistindo minha aula”, completou.

 

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑