Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 23 de abril de 2021

Professora da rede municipal lança livros infantis em datas comemorativas


 No dia em que é lembrado o Descobrimento do Brasil, a professora, escritora e contadora de histórias Joelma Queiroz faz o lançamento do livro infantil “O Renascer da Floresta” em referência a uma outra data celebrada nesta quinta-feira (22): o Dia Internacional da Terra. O evento on-line será transmitido pelo canal da Editora InVerso no YouTube, a partir das 20h. 


Na ocasião, a docente da rede municipal de Salvador, que atualmente leciona na Escola Municipal Antônio Euzébio, no Cabula, além de apresentar a obra, vai falar sobre os 24 anos de atuação como professora dos anos iniciais, no nível fundamental. O lançamento – trilíngue – aborda a história da indiazinha Teçá, a onça-pintada e a corujinha Filó. 


Na aventura, há um perigo rondando e elas se unem para salvar a floresta onde moram contando com a ajuda de seres lendários e superpoderosos. Joelma narra uma história de união, amor ao meio ambiente e superação de dificuldades. 



“O renascer da floresta objetiva criar no leitor atitudes de consciência ecológica e de respeito às diferenças culturais, assim como compreender a lógica da natureza e as relações nela existentes. A obra contribui para alimentar o imaginário infantil do leitor, possibilitando-o interpretar e sonhar com a magia do mundo animal. O enredo muito bem encadeado com a sequência lógica dos fatos, os personagens com características físicas e psicológicas bem claras e compatíveis com o mundo infantil”, afirma a autora. 


Dia da Família – No Dia da Família, em 15 de maio, Joelma Queiroz vai lançar outra obra, chamada “Bia liga- desliga”. Dessa vez, o livro tem como protagonista uma criança que nasceu com epilepsia. O texto descreve sentimentos e sensações da menina, fala de infância, aventuras e obstáculos superados, trazendo o ímpeto da personagem em buscar o novo. 


“Decidida e ousada, Bia compõe um universo de experiências em uma jornada de encontro, tanto de sensações e emoções, quanto consigo mesma. O desejo é que a abordagem poética proporcione ao leitor a identificação e a empatia. Quis mostrar a epilepsia de forma carinhosa e sensível, num texto repleto de significados, objetivando desmistificar algumas ideias e combater o preconceito”, explica. 


Estímulo ao conhecimento – Conhecida como Tia Jó, a professora, especialista em Alfabetização, Literatura Infantil e Psicomotricidade e com Formação em Filosofia para Criança, destaca a escrita como oportunidade de criar histórias com foco na educação humanista e neocolonial, objetivando a formação do ser humano sensível. “Sinto um prazer em escrever, pois, através da minha criatividade e do amor pela literatura infantil, interiorizo a escrita como um ato de amor e doação”, afirma. 


Para Joelma, nesse momento de distanciamento social, o incentivo à leitura é uma forma de estimular o desenvolvimento cognitivo e emocional das crianças. “Procuro estimular o contato dos estudantes com os livros como uma oportunidade de ampliar repertório e visão de mundo, conhecer sua ancestralidade e aprender a respeitar as diferenças. Busquei, também através do grupo do WhatsApp, aproximá-los da literatura, realizando contação de histórias e acessando as crianças, mesmo de longe. Na infância, o ato de ler favorece a imaginação, estimula a criatividade, enriquece o vocabulário e amplia a compreensão da realidade", conclui.


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑