Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 6 de julho de 2021

Prefeitura lança boletim informativo sobre acidentes de trânsito na última década


A capital baiana foi destaque internacional como uma das cidades do mundo que superaram a meta da Organização das Nações Unidades (ONU) para redução de 50% de mortes no trânsito na década 2011-2020. Para divulgar os números do período, a Prefeitura, por meio da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) e em parceria com a Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária, lança um boletim informativo especial. A publicação, disponível no site transalvador. salvador. ba. gov. br , traz um breve panorama de como se comportou o trânsito da capital nos últimos anos no que diz respeito aos acidentes. 


A diminuição do índice de mortes por 100 mil habitantes, indicador usado pela ONU, foi de 55% na comparação entre 2010, ano de referência, e 2020, reduzindo de 9,94 mortes/100 mil hab. para 4,47 mortes/100 mil hab. Em números absolutos de mortes a diminuição foi de 52%. No ano passado, a Transalvador registrou 129 óbitos em decorrência de sinistros fatais, enquanto em 2010 foram 266 mortes.


“É nosso compromisso aqui na Transalvador manter essas reduções de ocorrências e fatalidades no trânsito. Investimos em ações para sensibilização, intensificamos fiscalizações para coibir condutas irresponsáveis e readequamos nossa malha viária com esse propósito. Queremos chamar a população para que se junte a nós nesse desafio”, afirma o superintendente da Transalvador, Marcus Passos. 


Trânsito Mais Seguro – Salvador atingiu a meta da ONU com sete anos de antecedência, em 2017, quando foram registradas 121 mortes no trânsito.  Dessa forma, conseguiu reduzir em cerca de 55% a quantidade de óbitos em comparação com o ano de 2010. Depois de 2017, os registros de fatalidade nunca foram maiores do que a metade do registrado há dez anos.


Renovação – Nos próximos anos o desafio será ainda maior, diante do avanço do número de veículos nas ruas. Mas isso não intimidou e Salvador se tornou a primeira cidade do Brasil a assinar uma carta de compromisso com a ONU com o objetivo de reduzir em 50% o número de mortes no trânsito até 2030. Com a renovação, a capital baiana se junta a outras grandes cidades do mundo com o objetivo de continuar tendo um trânsito mais humano e respeitoso. 


Para atingir a nova meta, a capital vai fortalecer as parcerias com outras entidades que compõem o Programa Vida no Trânsito do Município. Serão realizadas ações conjuntas com as polícias rodoviárias Federal e Estadual e com as secretarias Municipal e Estadual da Saúde.


Outro importante parceiro é a entidade internacional Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária, que trabalha com as principais organizações mundiais de segurança viária para implementar atividades de segurança no trânsito e coordenar com atores governamentais e não governamentais do país. Desde 2020, a entidade apoia a Prefeitura de Salvador.  


"O apoio da Iniciativa Bloomberg até 2025, para Salvador caminhar no desenvolvimento da segurança viária, também é um grande desafio para a nossa equipe, que atua nos eixos de dados e avaliação, fiscalização, comunicação de massa e projetos de ruas seguras", afirma Fernando Coelho, coordenador executivo da entidade na cidade.


 Foto: Jefferson Peixoto/Secom


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑