Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

Mostra Artesanato das Coroas de Rainha do Afro encerra neste sábado

 


Últimos dias para conferir a mostra Dilenga: Artesanato das Coroas de Rainha do Afro Bankoma, em cartaz até sábado (04/12), das 10h às 18h (de segunda a sexta) e das 9h às 14h (sábado), no Centro de Comercialização Artesanato da Bahia (Largo do Porto da Barra, 02). Em homenagem ao Novembro Negro, a exposição reúne cinco trajes de rainhas do bloco afro Bankoma produzidos artesanalmente no Terreiro São Jorge Filho da Goméia. O evento tem entrada gratuita.

Na mostra, os trajes das rainhas dos carnavais de 2016 a 2020, revelam um compor artesanal intrínseco ao próprio terreiro, como a tecelagem, o crochê, o macramê, os bordados e os trançados. Palha da costa, búzios, miçangas e outras contas, além de fios, linhas e tecidos, são alguns dos materiais utilizados nestas criações.

A escolha de homenagear o Mês da Consciência Negra, através das fantasias do bloco Bankoma, do Terreiro São Jorge Filho da Goméia, é fruto do mapeamento da produção artesanal nas comunidades de terreiros realizado pela Coordenação de Fomento ao Artesanato/Setre. “O evento objetiva dar visibilidade ao artesanato produzido no interior dos espaços religiosos de matriz africana que representam a nossa cultura, a nossa resistência, a nossa forma de reinventar o continente africano em solo brasileiro. É uma singela homenagem à cultura negra neste mês da Consciência Negra”, afirma Ângela Guimarães.

A responsabilidade de vestir a rainha fica nas mãos da liderança religiosa, mestra artesã e griô Mametu Kamuricy. Todos os participantes da comunidade são ouvidos por ela e ajudam no processo de criar e tecer roupas e adereços para o desfile. “Tudo que é utilizado dentro do candomblé e no terreiro, levamos de uma forma espiritual para a nossa rainha. O Bankoma não é apenas um bloco afro, mas uma forma de levar a voz, falar e mostrar a beleza de tudo que temos dentro da religião. O carnaval para nós é uma mostra dos afazeres do terreiro”, afirma Mametu Kamuricy.

Realizada pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte – Setre Bahia, através da Coordenação de Fomento ao Artesanato, e pela Associação Fábrica Cultural, a mostra faz parte das ações do Novembro Negro e conta com a parceria da Associação São Jorge Filho da Goméia.

 

SERVIÇO

MOSTRA DILENGA: ARTESANATO DAS COROAS DE RAINHA DO AFRO BANKOMA

Data: de 25/11 a 04/12

Local: Centro de Comercialização Artesanato da Bahia - Largo do Porto da Barra, n. 2

Horário: De segunda a sexta, das 10h às 18h; sábado, das 9h às 14h.

Visitação gratuita.

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑