Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Ecotimistas recebem capacitação sobre sistema de monitoramento de água e energia

Encontro reuniu mais de 100 profissionais de 47 órgãos estaduais nesta quinta-feira (5) no auditório do Instituto Anísio Teixeira (IAT)



Mobilizar servidores estaduais para a percepção do consumo de água e energia, e o papel e atuação dos Ecotimes nas organizações públicas. Esse foi o objetivo principal do Treinamento Ecotime, que reuniu mais de 100 profissionais de 47 órgãos estaduais nesta quinta-feira (5) no auditório do Instituto Anísio Teixeira (IAT). Eles foram capacitados no sistema Aguapura Vianet, adotado pelo governo baiano para monitorar o consumo de água e energia no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

O treinamento integra a quarta etapa do Programa de Racionalização de Consumo de Água e Energia nos Prédios Públicos Estaduais, desenvolvido pela Secretaria de Administração do Estado (Saeb), em parceria com a Rede de Tecnologias Limpas (TECLIM) da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

O público-alvo foram integrantes dos Ecotimes, grupos setoriais criados com o objetivo de viabilizar o monitoramento de consumo de recursos naturais em cada uma das unidades da administração direta e indireta. Para o coordenador do treinamento e professor da Escola Politécnica da Ufba, Asher Kiperstok, é fundamental que os prédios do governo sirvam como exemplos para os outros. "É preciso que cada órgão tenha uma coordenação do Ecotime para desenvolvermos uma política mais agressiva na redução do consumo de água", disse.

O curso abordou a crise ambiental e seu enfrentamento por meio da utilização de ferramentas de gestão da demanda como o monitoramento do consumo.  Além disso, foram realizadas atividades em equipe de interpretação das contas da Embasa e Coelba e análise de um gráfico radar mostrando o desempenho do programa nas diferentes secretarias.

Participante do evento, o ecotimista da Secretaria da Agricultura (Seagri), Deó Melo, destacou a redução de 48% no consumo mensal de água no Parque de Exposições no período de dois anos, entre 2015 e 2017, após ações de combate a vazamentos e conscientização do uso. "Nós já desenvolvemos diversas atividades, porém termos uma ferramenta de controle e gestão ainda mais profissional, será muito bem vinda", salientou.

“Nossa intenção é fazer com que os ecotimistas conheçam melhor as funcionalidades que o sistema oferece, além de qualificar aqueles profissionais que passaram a integrar os grupos recentemente, sensibilizando-os para os benefícios que a iniciativa traz para o Estado”, explica Victoria Alves, que faz parte da coordenação do Ecotime e é responsável pela gestão dos contratos de energia elétrico do Estado.

Desenvolvido pela Ufba, o sistema  Aguapura Vianet é utilizado há mais de 12 anos por organizações públicas e privadas. Com a ferramenta, é possível acompanhar diariamente o consumo de água e energia, de modo a identificar com agilidade eventos que provocam desperdício e perdas. No governo baiano, a tecnologia já proporcionou uma economia acumulada de R$ 21 milhões aos cofres públicos. 

Institucionalizado por meio do Decreto Estadual n° 12.544/2011, o Programa de Racionalização de Consumo de Água e Energia nos Prédios Públicos Estaduais é uma diretriz de Estado, prevendo adesão de unidades administrativas interessadas em práticas sustentáveis que gerem ao mesmo tempo economia para o erário. Em setembro de 2017, a Secretaria de Administração renovou o contrato com a Ufba para garantir a continuidade da iniciativa.  Já no dia 1º de março deste ano, a portaria n° 406, publicada pela Saeb no Diário Oficial do Estado (DOE), instituiu os grupos de Ecotimes.



0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑