Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Programa Água Doce garante acesso à água para mais de 100 mil baianos

A entrega simbólica de 145 sistemas de dessalinização implantados em 24 municípios baianos e a assinatura do IV Pacto Nacional do Programa Água Doce (PAD) foi realizada, na manhã desta quarta-feira (28), durante o Encontro Nacional do PAD 2018 em Salvador.

O programa criado pelo Ministério do Meio Ambiente conta com o apoio da Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema), da Companhia de Engenharia Hídrica e Saneamento da Bahia (Cerb) e a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) para execução da iniciativa no estado. Na primeira etapa do PAD, concluída neste mês, foram implantados os 145 sistemas em 24 municípios que fazem parte do semiárido baiano. A estimativa é de que 116 mil baianos sejam beneficiados diretamente pelo programa.

Segundo o secretário de Meio Ambiente do Estado, Geraldo Reis, a previsão é de que mais 150 sistemas de dessalinização sejam entregues aos baianos na segunda etapa do programa. “Essa primeira etapa teve um custo de cerca de R$ 22 milhões e a segunda que está em curso já com equipamentos construídos em algumas cidades será entregue no primeiro semestre de 2019. Estamos falando de um investimento de R$ 61 milhões e neste evento estamos reafirmando a parceria com o Ministério do Meio Ambiente”.

O Programa Água Doce tem como finalidade garantir o acesso à água de qualidade para o consumo humano, a partir da utilização de sistemas de dessalinização de água salobra. Criado em 2004, o programa está presente em nove estados do Nordeste e em Minas Gerais.

De acordo com o coordenador nacional do PAD, Renato Saraiva Ferreira, a assinatura do pacto de execução do programa é mais uma forma de reafirmar as parcerias entre as secretarias estaduais e os órgãos da gestão municipal. “É uma afirmação das parcerias, da continuidade e de que os sistemas venham sendo implantados com cuidados técnicos, sociais e ambientais. É uma gestão compartilhada que envolve as comunidades em uma gestão compartilhada com os municípios, os estados e a União. É uma parceria conjunta e a afirmação dos sistemas funcionando, revela.

O agricultor familiar de Ipirá, Salvador de Almeida, afirma que no seu município foram instalados 10 equipamentos que ajudaram a mudar a realidade da população. “Hoje mais de 200 famílias da comunidade utilizam a água dos dessalinizadores. Antes a nossa água era muito salgada, escura e não tinha boas condições para o nosso consumo. Era uma água de barreiro, de açude ou carro pipa. A água tratada era um sonho pra gente”, revela.



Repórter: Jairo Gonçalves

0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑