Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 21 de agosto de 2020

Salvador é o principal destino nacional do pós-pandemia, aponta pesquisa

 A pandemia do novo coronavírus afetou em cheio o setor turístico em Salvador, provocando a necessidade de implementação de mudanças e ações para uma retomada segura. Com a finalidade de mitigar os efeitos causados pela crise sanitária na capital, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) realizou, em parceria com o instituto Qualitest, a Pesquisa de Sondagem Turística no Brasil. O relatório aponta que Salvador é o principal destino nacional após a pandemia e foi detalhada pelo titular Secult, Pablo Barrozo, em coletiva virtual nesta quinta-feira (20). 


O estudo traz os impactos, novos comportamentos, hábitos, exigências de segurança, além da intenção de viagem dos turistas em momento posterior à crise causada pela Covid-19. Foram ouvidos 1,6 mil brasileiros, de diversos estados do país, por telefone, entre os dias 9 a 22 de julho. A pesquisa se baseou em um questionário feito aos entrevistados, composto por aproximadamente 30 perguntas. 

Destinos - Das 1,6 mil pessoas entrevistadas, 26,3% residem nos estados de São Paulo, 16,1% no Rio de Janeiro e 14,3% em Minas Gerais. A maioria (53,7%) informou que tem intenção de realizar alguma viagem após a pandemia. 

Ao avaliar a resposta de 859 pessoas, o estudo aponta que 83,8% delas (ou seja, 720 pessoas) pretendem ir para destinos nacionais e 16,2% (correspondente a 139) informaram que faria viagem para um roteiro internacional. Do número de pessoas que escolheram destino dentro do Brasil, 18,2% desejam ir para a Bahia, 11,7% para São Paulo e 10,6% para o Rio de Janeiro. 

Já as três cidades mais procuradas estão Salvador (9,87%), Rio de Janeiro (4,62%) e Recife (4,46%). Das pessoas que têm intenção de ir para o exterior, o país mais citado foi Estados Unidos, com 20,9%, seguido por Portugal, com 12,9%, e Argentina, com 8,6%. 

Ações de segurança - Os entrevistados também opinaram sobre as ações de segurança que devem ser adotadas nos locais ligados ao turismo após o coronavírus. As respostas foram mensuradas numa escala de 1 (“nada importante”) a 10 (“muito importante”). Destacaram-se: adoção de protocolos de higiene em aeroportos/portos/estradas (9,2), seguido de medidas preventivas nas hospedagens, bares e restaurantes, museus, atrativos e pontos turísticos em geral (9,14). A ação com menor importância é a de exigência de apresentação de resultados de teste de Covid-19 nos acessos às cidades (7,40). 

Atributos – Segundo a Pesquisa de Sondagem Turística no Brasil, os entrevistados consideraram como principais atributos para visitar Salvador, após o fim do isolamento social, os atrativos naturais, a exemplo das praias (56,7%), e as atrações históricas/culturais (46,6%). 

“A pesquisa foi focada no pós-pandemia e em como as pessoas que querem fazer turismo estão assimilando o momento. Salvador está à frente de outros locais em função das políticas públicas realizadas na cidade nos últimos anos. Temos 60% da orla requalificada e cerca de R$ 300 milhões investidos na revitalização do Centro Histórico. Mas, naturalmente, a capital baiana já atrai o turista pela sua beleza”, destacou Pablo Barrozo. 

O secretário acrescentou que o turismo em Salvador é responsável por 20% da economia da cidade. Ele também lembrou as ações do plano de retomada para o segmento, anunciadas pela Prefeitura no início deste mês, que envolvem investimentos em infraestrutura, requalificação de espaços, além da capacitação de trabalhadores ligados à cadeia produtiva. 

“Iremos preparar a cidade para os passos seguintes. Mas vale frisar que o foco principal é a vida das pessoas. Diversos motivos mantêm Salvador no imaginário dos turistas. Uma deles envolve os cuidados e a credibilidade que a cidade alcançou nesses tempos de pandemia. Fomos a primeira cidade do país a conseguir o selo Safe Travel, do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), que reconhece organizações em todo o mundo que adotaram protocolos padronizados globais de saúde e higiene”, salientou o secretário de Cultura e Turismo. 

A Pesquisa de Sondagem Turística no Brasil está disponível na íntegra no site www. observatorio .turismo. ba. gov. br.


Fotos: Valter Pontes/Secom, Jefferson Peixoto/Secom e Bruno Concha/Secom 


0 comentários :

 
SALVADOR NOTÍCIAS - Notícias, Reportagens, Cultura e Entretenimento.
Todos os direitos reservados desde 2003-2019 / Salvador - Bahia / . Contato: redacao@salvadornoticias.com
- Topo ↑